domingo, 2 de agosto de 2015

Prefeitos usam e abusam das diárias em Pernambuco
Sem uma lei geral que regulamente o valor no país, gestor de município recebeu quase R$ 80 mil de reembolso por viagens em 2014

Regida por leis municipais e não poucas vezes carente de transparência, a cessão de diárias para viagens de prefeitos do interior é uma caixa-preta que, uma vez aberta, mostra repasses volumosos e sem comprovação de como ocorreu o gasto do dinheiro. 

Levantamento feito em alguns Portais de Transparência evidencia casos como o de Amaraji, onde, em 2014, o prefeito Jânio Gouveia (PR) recebeu R$ 79.537,00 de diárias. Foram 15 cheques de R$ 3.150,00, três de R$ 6.300, um de R$ 9.450, um de R$ 2.362 e o menor deles, um de R$ 1.575. Em todos os meses houve, pelo menos, dois cheques, sendo, geralmente, um no início e outro no fim do mês. O salário dele, em contrapartida, é de R$ 13 mil.
Imagem da cidade de Amaraji-PE

A reportagem solicitou à gestão os dias exatos, destinos e motivos das viagens. Por telefone, Jânio Gouveia afirmou não lembrar exatamente das datas e agendas. “A gente viaja com frequência para fora para tratar de problemas do município. Recebo diária para as despesas com viagem. Não precisa trazer a nota”, disse Gouveia, sem falar qual a cifra exata pela diária.

Levando em consideração os 365 dias de 2014 e os R$ 79.537,00 recebidos, Gouveia ganhou diariamente R$ 217. De acordo com ele, os repasses seriam, também, para cobrir passagens áreas, mas o texto da lei, que poderia confirmar isso, não foi disponibilizado. O salário do prefeito de Amaraji é de R$ 13 mil, conforme disse Gouveia. A cidade fica a 96 km do Recife, possui uma renda per capita média de R$ 286 e 11% da população em situação de extrema pobreza.

Os dados são do Portal de Transparência de Amaraji que apareciam atualizados até dezembro do ano passado. Não há informações relativas a este ano. Com atualizações do portal em dia, por outro lado, Pesqueira, distante 276 km do Recife, dá conta de pagamentos em 2015 de R$ 21,3 mil ao prefeito Evandro Chacon (PSB). Se dividido pelo número de dias alegado, daria 27 diárias.
Imagem da cidade de Pesqueira

A assessoria do administrador informou que “são roteiros ante o fato de que, constantemente, faz necessária sua presença para resolver questões de interesse público e participação em eventos". Pela lei municipal, em deslocamentos até 100 km, a diária é de R$ 450 com pernoite e R$ 150 sem pernoite. Em viagens ao Recife, esse valor sobe para R$ 600 com pernoite e R$ 200 sem pernoite e R$ 750 em outras capitais.

Apesar dos valores estarem dentro dos parâmetros de outras prefeituras, são superiores ao pago, por exemplo, pelo Tribunal de Justiça de Pernambuco, no qual um desembargador em viagens a serviço tem direito a R$ 368,40 para deslocamentos dentro do estado e R$ 614 para fora, incluindo Fernando de Noronha. Além de alimentação, deve ser pago com esse dinheiro, ainda, hospedagem e transporte.
Imagem da cidade de Cupira

De volta aos executivos municipais, as legislações de Cupira e Paudalho também autorizam R$ 600 de diárias para viagens do prefeito ao Recife. No caso de Paudalho, quando o destino é fora do estado, é possível ao gestor receber até R$ 1,2 mil por dia.
Imagem da cidade de Paudalho

“Desde 2004 a lei municipal prevê um cálculo de 1/30 do salário do prefeito, sendo 2/30 quando o deslocamento é para Brasília. Todo mundo sabe que em Brasília o custo é maior. Mas, geralmente, a agenda é vinculada às secretarias estaduais. Ele tem trabalhado muito para atrair convênios, principalmente nas secretarias de Transportes e Cidades”, justificou o secretário de Finanças de Paudalho, Juarez Gusmão. O dinheiro é para cobrir somente alimentação e despesas como uso de táxi. Passagens e hospedagem ficam de fora.

Valores repetidos 

Enquanto o prefeito de Paudalho, José de Araújo (PSB), recebeu R$ 14,4 mil, o gestor de Cupira, Sandoval Luna (PDT), foi ressarcido em R$ 16,9 mil. Apesar de um total menor de diárias, o município de Tupanatinga chama atenção pelo pagamento frequente de R$ 668. O valor exato aparece em todos os meses deste ano três vezes em cada. A assessoria do Executivo foi procurada, mas não respondeu.
Imagem da cidade de Belo Jardim

Já Belo Jardim chama atenção por, em novembro do ano passado, o prefeito da cidade, João Mendonça (PSD), ter recebido, conforme o portal municipal, R$ 2,5 mil para dois dias de visita a ministérios, em Brasília, e outros R$ 2 mil para ida a uma usina de asfalto, em São Paulo.



Diario de Pernambuco – Júlia Schiaffarino


 
Grupo suspeito de assaltos a banco e arrombamento a caixas é preso em PE
A Polícia Militar desarticulou um grupo criminoso suspeito de assalto a banco e arrombamento a caixas eletrônicos, na manhã deste sábado (1º). Dois dos envolvidos - de 33 e de 35 anos - foram presos depois de serem identificados em frente a uma casa na Vila Lacerdópolis, em Garanhuns, Agreste de Pernambuco
Entre os materiais, a polícia também encontrou bananas de dinamite (Foto: Divulgação/ Ascom PRF)
. Eles chegaram ao local em um veículo adulterado, que foi apreendido. Outros envolvidos teriam seguido em outro carro e em uma motocicleta. Estas informações foram passadas ao G1 pelo relações públicas do 9º Batalhão da PM (BPM), major Hudson Moura.
De acordo com a Polícia Civil, também foram presos outros três suspeitos - um em Águas Belas, também no Agreste do estado, e dois em Alagoas. O grupo será inicialmente indiciado por porte ilegal de arma de fogo e de uso restrito, mas a corporação seguirá com as investigações sobre a suspeita inicial.
Mais de R$ 154 mil foram encontrados com dois dos suspeitos 

Ao fazer revistas na casa em Garanhuns, a PM encontrou mais de R$ 154 mil, dois coletes balísticos, dois fuzis - um 7.62 e um 5.56, três espingardas calibre 12; dois rifles - um 44 e um 38; 90 cartuchos calibre 12; 23 calibre 44, 84 calibre 7.62, dois calibre 5.56; sete munições calibre 38; 21 bananas de dinamite; uma quantidade de cordel detonante; três estopins; três espoletas; oito pares de luva; quatro toucas ninja; dois baldes contendo grampos; duas extensões de energia; duas alavancas de ferro; uma furadeira industrial; uma cortadeira industrial; duas marretas; dois alicates; duas correntes metálicas e três talhadeiras; além de um celular.



Do G1 Caruaru


 
TAQUARITINGA DO NORTE-PE VICE-PREFEITO LERO É BALEADO EM TENTATIVA DE ASSALTO
A onda de violência que vem aterrorizando Taquaritinga do Norte parece não ter mais fim. 


Na noite deste sábado (01), o vice-prefeito de Taquaritinga do Norte,Ivanildo Mestre Bezerra, mais conhecido por Lero, foi baleado em uma tentativa de assalto ocorrida na BR-104, nas imediações do Trevo de Pão de Açúcar, distrito do município
Segundo informações preliminares, Lero foi abordado por duas pessoas que estavam de moto e anunciaram o assalto e ao tentar retirar um aparelho celular do bolso, o assaltante se assustou e efetuou um disparo contra ele, que o atingiu transfixando o braço esquerdo.

Lero foi socorrido até o Hospital Raymundo Francelino Aragão, em Santa Cruz do Capibaribe onde foi prestado o atendimento emergencial e, embora passe bem, sem apresentar risco de morte, será transferido para um hospital em Recife onde a lesão provocada pelo disparo será melhor avaliada. 



Blog do Elisberto Costa



MAIS UM JOVEM MORRE EM ACIDENTE DE MOTO NA SERRA DE TAQUARITINGA DO NORTE-PE
 
No início da madrugada deste domingo (02) aconteceu mais um acidente na Serra de Taquaritinga do Norte no Agreste de Pernambuco, culminando com a morte de mais um jovem, desta vez identificado como sendo, Anderson Freitas Bezerra, de 22 anos de idade, que residia no bairro Amorim também na Dália da Serra.
 
Segundo informações, a vítima estava conduzindo a motocicleta Honda CG-150c de cor vermelha e placa DOB-4854 de São Paulo-SP, quando perdeu o controle na curva da Serra e acabou batendo no alambrado e caiu na ribanceira.
A equipe do SAMU esteve no local, mais apenas constatou o óbito do jovem que terá o corpo encaminhado ao IML da cidade de Caruaru.
Familiares do motociclista acreditam que ele teria ingerido bebidas alcoólicas. A Polícia Militar está no local realizando o isolamento da área e aguarda a chegada da Polícia Civil que fará o levantamento cadavérico.
 
Vale ressaltar que não é descartada a possibilidade de haver mais uma vítima, já que algumas pessoas afirmam que outro rapaz estava na garupa do veículo, porém buscas foram feitas nas imediações de baixa luminosidade e difícil acesso, mas sem êxito na localização de uma segunda vítima.



 Blog Agreste Notícia

 
A PENA DE MORTE

*Dr. Paulo Lima

Se você, que começou a ler estas mal traçadas linhas está pensando que vou fazer uma dissertação sobre a pena de morte, enganou-se. 


Na verdade, vou falar sobre uma punição mil vezes mais cruel; a punição do desprezo, da execração e do esquecimento de um ídolo dos anos sessenta/setenta - WILSON SIMONAL - que findou por se transformar num pária em seu País. 

Confesso, que, antes de assistir ao documentário "Ninguém sabe o duro que dei", trecho de um dos seus primeiros sucessos, nutria um certo desprezo por esse extraordinário cantor da música popular brasileira, talvez o maior deles no seu gênero, justamente em razão dele próprio, num momento de irresponsabilidade ou de insensatez, se declarou simpatizante da ditadura e dos militares, nos chamados negros anos da repressão e, a verdade, agora resgatada neste documentário, demonstra que ele não era um dedo duro!

Simonal era de cor negra, filho de empregada doméstica, que, para alimentá-lo muitas vezes tinha que levar uma marmita escondida para o quintal das casas onde prestava serviço e Simonal, criança, pulava às escondidas o muro da casa para se alimentar, devolvendo em seguida a marmita para o mesmo local, onde era posteriormente recolhida por sua mãe, já que a família empregadora não permitia filhos de empregadas compartilhando as áreas comuns da residência, nem tampouco admitia contratar mulheres que tivessem filhos. Não foi fácil para ele, um negro, naquela época onde o preconceito da sociedade brasileira era infinitamente maior, alcançar o sucesso que alcançou, mas foi muito fácil descer ao fundo do poço.

Ainda lembro alguns dos seus sucessos, embora na época não tivesse mais que seis, oito ou dez anos no máximo, a exemplo de "Meu limão, meu limoeiro" (1966), "Mamãe passou açúcar em mim" (idem) e a inesquecível "Vesti azul" (1967), que, vez por outra me pego assoviando o seu refrão, que diz assim: "Vesti azul, minha sorte então mudou, vesti azul, minha sorte então mudou"... 

 Quando esta música estourou nas paradas de sucesso das emissoras de rádio e da TV , tinha exatos dez anos, mas não me lembro de nenhum fato marcante, ocorrido então, que guarde alguma correlação com esta música, mas gosto muito dela. Talvez seja por gostar da cor azul. Eu, como tantos, acredito que o azul nos trás sorte, não sei bem porque, mas acredito. Mas voltemos ao tema do artigo.

Wilson Simonal era dono de uma voz, que, embora suave era marcante, pois tinha a capacidade de transformá-la num autêntico instrumento musical. Era, por assim dizer, um músico de sua voz, dono de um gingado e de uma bossa tal, que ainda hoje a sua figura e o seu jeito peculiar são a expressão maior da alma do carioca. Mas ele cometeu um pecado mortal.

 Por ter atingido a fama de maneira meteórica, começou a gastar e a fazer extravagâncias, a ponto de ter chegado a possuir, de uma única vez, três Mercedes conversíveis! Chegou a fazer quase trezentos shows por ano, naquela época, o que dava quase um show por dia - proeza inigualável naqueles anos - e, como garoto propaganda da Shell ganhava uma verdadeira fortuna mensal.

 Mas parte desse dinheiro esvaía-se como água, por causa de suas extravagâncias e quando o contrato com a distribuidora de combustível foi rescindido, os gastos superaram a sua renda e ele quebrou. No entanto, ao invés de reconhecer a sua falha culpou o seu contador, que, inconformado com a demissão ajuizou uma Ação Trabalhista contra o cantor, que, contrariado se valeu da ajuda de alguns policiais do DOPS, órgão de repressão terrível, naquela época.

 Os agentes levaram o pobre homem para a carceragem e o torturaram até que findou por confessar um desfalque que não tinha cometido. Ao sair, denunciou o cantor, que, na presença do Delegado de Polícia e num momento de pura arrogância e burrice, talvez para tentar minimizar o seu ato, findou por dizer em depoimento que era simpatizante da ditadura. Isto foi o bastante. A imprensa (sempre ela) começou um verdadeiro massacre contra o cantor.

 Foi preso e depois condenado a quatro anos de prisão e daí em diante começou o seu calvário. De ídolo passou a ser odiado a ponto de não mais poder sequer caminhar pelas ruas. Todos lhe viraram as costas. Os músicos não queriam lhe acompanhar nos shows e quando ia fazer algum, mal começava e logo em seguida era interrompido por vaias e não tinha condições, sequer, de continuar, tendo que encerrar a apresentação. 

 Daí para a depressão foi um passo e, para suportar o desprezo popular começou a beber de forma tal, que findou por morrer de cirrose hepática no ano de 2000, no esquecimento. Vejam vocês, que existem penas bem mais cruéis que a pena capital. Esta é uma delas. "Estava na tristeza que dava dó, Vivia vagamente e andava só, Mas eis que de repente me apareceu, um brotinho lindo que me convenceu... Dizendo que eu devia Vestir azul, que azul é cor do céu e seu olhar também, Então o seu pedido me incentivou... Vesti Azul! (Popopopopó!), Minha sorte então mudou (Popopopopó!), Vesti Azul! (Popopopopó!), Minha sorte então mudou..." Valeu, Simonal!


Abraços a todos.



*DR. PAULO ROBERTO DE LIMA é graduado em Filosofia pela Universidade Católica, bacharel em Direito pela Faculdade de Direito do Recife, ex-Procurador Federal, e atualmente exerce a advocacia.



CHACINA QUATRO HOMENS SÃO MORTOS EM UM BAR
LAJEDO-PE A noite da última sexta-feira 31 de Julho foi marcada pela violência em Lajedo no Agreste Meridional de Pernambuco.
Três homens bebiam no bar do Dal no Sítio Jureminha, nas proximidades da PE-180, quando dois elementos possivelmente encapuzados chegaram ao local que é pouco habitado e efetuaram vários disparos de arma de fogo possivelmente revólver calibre 38. 

Duas vítimas morreram no local, elas foram identificadas como sendo Jéferson Vieira Cirilo de 19 anos e Mateus da Silva Ferreira de 17 anosos dois ainda tentaram correr ficando um morto entre a parede e uma mesa do bar e o outro em uma parte usada como cozinha.

As outras vítimas foram o dono do bar identificado como Leonaldo Luís da Silva de 47 anos “Dal” , ele era deficiente de uma perna, chegou a ser socorrido pelo sobrinho para o Hospital Maria da Penha e veio a óbito ao receber os primeiros socorros, a outra vítima José Leandro Siqueira da Silvade 25 anos, também foi socorrido em estado grave para o mesmo hospital de onde foi transferido para o Hospital Regional do Agreste em Caruaru e morreu nas proximidades do trevo de acesso ao município de Ibirajuba na BR-423
Além do bar no local funcionava uma rinha de galo e era frequentado por elementos que segundo informações são suspeitos de ações criminosas em Lajedo, a moto de cor branca estava com a placa levantada um sinal de ser utilizada para pratica de crimes, a outra moto Bros também estava no local e não foi informado de quem seria.
 Os corpos foram encaminhados para a sede do instituto de medicina legal em Caruaru, com esse subiu para 14 o número de pessoas assassinadas este ano em Lajedo. 



 Blog Agreste Violento


 Grave acidente com vítima fatal na PE-160 entre Santa Cruz do Capibaribe-PE á Vila de Poço Fundo
Fotos: Michael Sullivan

Já no início da madrugada deste Domingo (02) um grave acidente envolvendo um veículo Monza de cor vinho e uma Mitsubishi L200 de cor branca, aconteceu na PE-160, no trecho que liga a cidade de Santa Cruz do Capibaribe-PE á Vila de Poço Fundo, no Agreste pernambucano.
Informações colhidas pela reportagem do Blog Jota Lima AGORA, dão conta que uma mulher de 65 anos de idade, que não teve seu nome revelado, conduzia a Mitsubishi L200 sentido Santa Cruz/Poço Fundo, quando colidiu frontalmente com o Monza que, estava estacionado na contramão, devido a falta de combustível. Os faróis de alerta estavam ligados, mas não evitou a tragédia.
Imagens Agreste Noticia
Com o impacto da batida o motorista do Monza, o senhor Antônio Alves dos Santos, popularmente conhecido por “Seu Sertão”, de 66 anos de idade, morreu no local. Junto com ele vinha outra pessoa que foi socorrida com vida pela equipe do SAMU e, não corre risco de morte.
“Seu Sertão” residia no Distrito de São Domingos do Brejo da Madre de Deus, para a família do mesmo, o mês de Agosto será sempre lembrado como um mês de desgosto e de lágrimas. 
A senhora também foi socorrida e não corre risco de morte. A GCM(Guarda Civil Municipal) de Santa Cruz do Capibaribe esteve local realizando o isolamento da área do acidente, logo após a Polícia Civil chegou para realizar o levantamento cadavérico e encaminhou o corpo do idoso para o IML (Instituto de Medicina Legal) da cidade de Caruaru-PE.



 Jota Lima/Agreste Noticia