sexta-feira, 31 de outubro de 2014

ATENÇÃO: Celulares de Pernambuco Receberão o Nono Dígito

Está prevista para 31 de maio de 2015, a inclusão do nono dígito nos estados de Alagoas, Pernambuco, da Paraíba, do Rio Grande do Norte, Ceará e Piauí. O anúncio foi feito pela Anatel nesta quinta (30).

Antes, a partir do dia 2 de novembro, o número dos telefones celulares no Amapá (DDD 96), no Amazonas (DDDs 92 e 97), no Maranhão (98 e 99), Pará (91, 93 e 94) e de Roraima (95). A partir de 11 de outubro de 2015" será a vez de Minas Gerais, da Bahia e de Sergipe. Até o final de 2016, todo o território nacional terá o nono dígito, com a inclusão do Paraná, de Santa Catarina, do Rio Grande do Sul, de Rondônia e do Acre, além da Região Centro- Oeste.

A Anatel informa que a medida demandará eventuais ajustes em equipamentos e sistemas privados como equipamentos de PABX e agendas de contatos. As operadoras prometem disponibilizar um aplicativo quer fará uma mudança automática nas agendas dos celulares.

A previsão para fazer as alterações na Região Norte é R$ 58 milhões. Em São Paulo foram necessários R$ 300 milhões em investimentos, e no Rio de Janeiro e Espírito Santo R$ 80 milhões. 



Com Informações da Agência Brasil



Motorista 'Foge' Com Caminhão-Pipa Para Ajudar Bairro Sem Água em SP
Os Pensadores, do Voltaire, é o livro que acompanha Fábio nos momentos de intervalo do trabalho (Foto: Fábio Tito/G1)

Fábio Roberto distribuiu 16 mil litros de água a moradores na Zona Sul. 
'Vontade de ajudar falou mais alto', disse, sobre possibilidade de demissão.
Fábio Roberto desviou o caminhão da empresa onde trabalha para distribuir água; livro sobre o filósofo francês Voltaire o acompanha nos momentos de intervalo.


Na manhã do dia 14 de outubro, o motorista de caminhão Fábio Roberto dos Santos, 37, chegou ao local onde trabalha, em Diadema (Grande SP), abasteceu o caminhão-pipa, mas não o levou para atender as demandas da empresa como de costume. Sem pedir autorização, ele dirigiu até o Jardim Novo Pantanal (Zona Sul de SP), onde mora, e distribuiu 16 mil litros d’água para cerca de 800 pessoas. O bairro estava sem água havia quatro dias.

“Amanhã eu vou dar um jeito”, disse Fábio para a mãe um dia antes, na noite de segunda-feira, dia 13. Ao G1, o motorista contou que considerou a possibilidade de advertência, suspensão e até demissão, e mesmo assim decidiu seguir em frente com o plano de socorro aos vizinhos. “A vontade de ajudar o pessoal lá falou mais alto”, disse. Na sexta-feira, dia 10, começou a faltar água no bairro.

Sábado, sem água. Domingo, dia das crianças, sem água. “No domingo, foi feita uma brincadeira para as crianças lá, e foi um dia absurdamente quente. Quem tinha caixa consumiu muita água, com a esperança de que a água já voltasse no domingo à noite, pelo menos. Acumulou criança, roupa, banheiro, e chegamos na segunda-feira sem água. Cheguei em casa na segunda a noite, sem água. A situação já era crítica no bairro inteiro”.

O motorista encheu o tanque com 16 mil litros de água potável, ao custo de R$ 78, com o dinheiro do próprio bolso. Esse valor é válido para quem já tem o caminhão-pipa, só para coletar a água. "Se você liga para a empresa e contrata para levar no seu prédio, no seu condomínio, aí envolve outras coisas, o custo de operação do caminhão, combustível, seguro por km rodado, salário do motorista, distância percorrida, envolve tudo isso". Com o acréscimo por esses serviços, o preço de um tanque cheio sobe para uma média de R$ 600, segundo Fábio.

Ele conta que antes de estacionar o caminhão, a fila começou a se formar na rua. “As pessoas antes mesmo de eu encontrar lugar para parar já saíam com o balde na mão, um negócio absurdo”. Fábio disse que não imaginou que fosse aparecer tanta gente e teve receio que algo pudesse acontecer. “Fiquei com medo de perder o controle da situação, as pessoas tomarem posse do caminhão, coisas desse tipo.”

frase do caminhão pipa seca (Foto: Fabio Tito/G1) 
A ação durou cerca de 3h30. No final, segundo a estimativa de Fábio, aproximadamente 800 pessoas receberam água. Um caso em especial chamou a atenção do motorista. Um adolescente perguntou: “Moço, o caminhão vai descer lá para a outra parte do bairro?”. Ao ouvir que não seria possível, o jovem explicou que queria levar água para uma cadeirante que morava do outro lado do bairro e não teria como chegar ao local. “Essa parte acabou comigo”, desabafou Fábio.

A água voltou apenas no dia seguinte, às 15h da quarta-feira, dia 15. O motorista disse que a empresa pensou em demiti-lo, mas mudou de ideia. Ainda assim, ele faria tudo de novo. “Se fosse para repetir aquele dia eu não mudaria nada, nenhuma vírgula”. Como a história teve uma boa repercussão, o funcionário acredita que deixou uma lição: “Mostrar que dá para tocar uma empresa valorizando as pessoas”.

 
No dia seguinte após o plano de ajuda aos vizinhos, Fábio contou que diversos veículos de imprensa o procuraram para contar sobre sua atitude e que os colegas de trabalho passaram a comentar sobre a repercussão. “Não dei a menor bola. Não sou deslumbrado com essas coisas”.

No entanto, o motorista disse que teve uma alegria com a repercussão e que isso já o teria deixado satisfeito: “Já tem mais gente vendo que o que a Sabesp fala é uma coisa, que o que o governador não fala é uma coisa, e a realidade que as pessoas estão passando em São Paulo com a história da falta d’água é uma coisa muito diferente”.
Antes mesmo de estacionar o caminhão para a distribuição de água, uma fila de moradores já começou a se formar, contou Fábio (Foto: Fábio Tito/G1) 
Antes mesmo de estacionar o caminhão para a distribuição de água, uma fila de moradores já começou a se formar, contou Fábio (Foto: Fábio Tito/G1)

Separado e pai de dois filhos, um jovem de 18 e uma menina de 14, Fábio confessou que, após a repercussão positiva, ficou esperançoso com a reação da filha, que mora com a mãe. "Tomara que a minha filha veja, que ela se sinta orgulhosa disso, né?”.
Fábio estudou até a quarta série, mas conta que isso não o impediu de se instruir, e que se educou e adquiriu um bom vocabulário assistindo telejornais desde criança. Na cabine do seu caminhão está a atual leitura: "Os Pensadores - Voltaire".
Ele contou que já teve depressão, e que na pior crise chegou a ficar 90 dias sem sair de casa. Sem tratamento médico para tratar o problema, ele disse que se curou através dos livros, quando começou a ler os grandes pensadores. “Conheci o sofrimento do mundo”, explicou. Com este episódio de ajuda aos vizinhos, Fábio acredita que isto veio para “fechar o ciclo” da doença.



G1

quinta-feira, 30 de outubro de 2014

MULHER SE PASSAR POR PARENTE DE TEREZINHA RIBEIRO E ROUBA IDOSAS EM JATAÚBA
A QUALIDADE DA FOTO É RUIM MAS SE VOCÊ VER ESSA MULHER AQUI EM JATAÚBA CHAME A POLICIA ELA É UMA LADRA QUE ENGANA OS IDOSOS E ROUBA ELES.
O Nosso Blog foi procurado por uma pessoa que nos denunciou que essa semana um fato no mínimo curioso aconteceu aqui em Jataúba, quando uma mulher se passou por prima de uma das senhoras mais honradas e respeitadas na Cidade, e entrou na casa de uma senhora já sabendo o nome da vitima, falando que é prima de Dona Terezinha Ribeiro, e estava de passagem por Jataúba.
Perguntou se tinha café, a senhora falou que não mas fazia se ela quisesse, a mulher ou melhor a ladrona aproveitou e falou que queria experimentar uma calça nova que ela tinha comprado, foi ao quarto da vitima e enquanto a vitima estava fazendo o café, ela abriu o guarda roupa da idosa e roubou 1,500,00 reais e quando saiu do quarto foi logo saindo e a coitada da vitima insistindo em que ela tomasse o café.

A ladra não quis e foi embora, em outra casa ela tentou fazer a mesma coisa mas a senhora idosa se assustou enquanto ela estava no quarto revirando tudo atrás de dinheiro ela saiu e chamou o vizinho que chegou como se fosse o filho da senhora, a ladra quando viu o rapaz ficou nervosa e tremendo saiu sem levar nada da segunda vitima. Cuidado, se avistarem essa pessoa liguem para a policia para que essa ladra seja presa.


 LIGUE PARA A POLICIA QUE É ESSES NÚMEROS: 8182-6145/3746-1916. 

Ruy Siqueira/Geraldo Silva


Homem tem enorme peixe enguia removido do ânus
 
Um brasileiro foi forçado a passar por uma cirurgia de emergência após um peixe comprido ficar preso em seu ânus. O processo de retirada do peixe mostra os profissionais médicos puxando o animal de dentro do paciente.

O peixe, conhecido como enguia, era tão grande que chegou a se alojar no intestino do homem.

Homem tem enorme enguia removido do ânus
Homem passou por momento inusitado ao ter enorme peixe enguia removido de seu ânus.

As pessoas podem ser ouvidas rindo, e ficam ofegantes e perplexas com a cena quando a operação vai se aproximando do desfecho final.

Diversas pessoas que estavam na sala de cirurgia capturaram o momento bizarro em que a criatura foi retirada do corpo da vítima.



Metro


CRUELDADE: Pai mata filha de 2 anos com um tiro na cabeça para se vingar da esposa


PIRAQUARA (PR): Um crime bárbaro foi registrado no fim da tarde desta terça-feira (28) em Piraquara, região metropolitana de Curitiba. Um pai matou a própria filha de 2 anos com um tiro na cabeça, lançou o corpo em uma ribanceira e, ao ser preso, confessou que fez isso só para se vingar da mãe da criança, que ameaçava se separar dele. O homem cometeu o crime durante um passeio e atirou na filha na frente dos outros dois filhos, de 7 e 5 anos.
 
O crime aconteceu às 17 horas no bairro Roça Grande, em Piraquara. Segundo a polícia, o eletricista Marco Antonio Vieira Leal, de 36 anos, levou os três filhos, de 7, 5 e 2 anos para um banho de cachoeira na região da serra do Mar. Passou o dia com as crianças e, na volta, pediu para que os dois filhos mais velhos caminhassem um pouco à frente e ficou com a mais nova, Vitoria Emanuelle. Segundo o relato das crianças, Leal simplesmente pegou o revólver e atirou na cabeça da pequena Vitoria que, provavelmente, morreu na hora. Em seguida, jogou o corpo da filha em uma ribanceira e ameaçou os outros dois dizendo que iria acontecer o mesmo com eles se falassem para alguém.
 
 
O eletricista foi embora e deixou os filhos no local. As crianças conseguiram carona para voltar e contaram tudo para os avós, que acionaram a Polícia Militar. Os policiais foram até a casa de Leal. Lá, com uma frieza impressionante, confessou o crime e disse que fez isso para se vingar da esposa, que queria deixá-lo. O homem levou os policiais até o local onde havia jogado o corpo da filha. Segundo a PM, o local é de difícil acesso e o corpo só foi recolhido durante a madrugada e encaminhado ao Instituto Médico Legal. Marco Antonio Leal foi preso em flagrante e autuado por homicídio. Ele está recolhido na Delegacia de Piraquara.


Banda B


Jovem é executado à tiros no bairro São Jorge, em Santa Cruz do Capibaribe
 
Mais um homicídio foi registrado em Santa Cruz do Capibaribe, desta vez o crime aconteceu na tarde desta quinta-feira (30), na Av. Manoel Monteiro da Paixão, entre os bairros São Jorge e Neco Aragão. A vitima foi identificada por Luann Devid da Silva, 23 anos, residente nas casas da caixa em São Domingos, distrito de Brejo da Madre de Deus.
De acordo com informações, dois homens em um moto não identificada, se aproximaram da vitima e alvejaram o mesmo com dois disparos de arma de fogo, sendo um na boca e outro transfixante nas costas em uma das ruas do bairro São Jorge, a vitima ainda tentou fugir dos algozes mais tombou sem vida na avenida acima citada. A polícia militar esteve no local, juntamente com uma equipe da Delegacia de Homicídios. O corpo da vitima foi encaminhado para o IML de Caruaru.

 

 



Jota Lídio

Grande operação policial resulta em dez criminosos presos incluindo envolvidos em chacina cometida em Surubim

Gestor do Departamento de Repressão ao Narcotráfico, Sérgio Ricardo (último da esquerda para a direita), comandou as investigações . Foto: G1 Pernambuco.

Nesta quinta-feira (30) policiais militares realizaram, nas cidades de Surubim, Casinhas e Santa Cruz do Capibaribe, a operação Casa Três, para cumprir mandados de prisão preventiva e de mandados de busca e apreensão.

De acordo com informações divulgadas pela polícia, a operação começou a ser desencadeada em março deste ano, após a execução de José Androne de Morais (78 anos) e as filhas gêmeas Roseane Morais e Risoneide Morais (gêmeas com 35 anos), que foram executados a tiros na residência onde moravam, no loteamento Pio XII, em Vertentes.
Na época, uma das linhas de investigação apontava que a família tinha sido executada por traficantes, já que eles teriam denunciado a existência de um ponto de venda de drogas naquela localidade.

Na operação, que terminou por volta das 14h, foram presas dez pessoas, suspeitas de integrarem uma quadrilha envolvida com o tráfico de drogas e homicídios no município.

A polícia divulgou também que o líder da quadrilha, que não teve seu nome revelado, foi preso no último dia 17 de outubro no Aeroporto Internacional de Recife.

Ele teria tentado se safar da prisão, apresentando uma identidade falsa, no momento em que foi abordado pelos policiais. O jovem, de apenas 20 anos, é apontado como o executor da chacina e irá responder por vários crimes, entre eles o triplo homicídio e tráfico de drogas.

Já todos os presos, incluindo mulheres, foram destinados a unidades prisionais de Limoeiro e Recife. Na operação, outras 11 criminosos, que já cumprem penas em outras unidades prisionais, também foram identificados pela polícia como integrantes da quadrilha.

De março até agora, foram apreendidos 63 kg de maconha, 1,05 kg de crack, 1,19 kg de cocaína, quatro veículos, quatro armas de fogo e munições de diversos calibres.

O balanço final foi divulgado em coletiva realizada no prédio da Polícia Civil, na Rua da Aurora, em Recife.


Ney Lima


A verdade sobre o irmão de Dilma só apareceu depois da eleição
Igor Rousseff, irmão de Dilma (Foto: José Patrício/Estadão)



"Adepto da filosofia budista e ex-hippie". Terminada a eleição presidencial, jornal O Estado de S.Paulo esclarece quem é Igor Rousseff – o irmão de Dilma que saiu do anonimato após acusações de Aécio Neves.

Adepto da filosofia budista e ex-hippie, Igor Rousseff, advogado de 67 anos que agora tenta criar tilápias, é o único irmão da presidente reeleita. Ele mora há quase duas décadas na pequena e bucólica Passa Tempo, cidade no interior de Minas Gerais com cerca de 8 mil habitantes e duas dezenas de cachoeiras. Ontem à noite ele recebia, em sua pequena casa com portão baixo de madeira e um fusca verde na garagem, amigos que entravam sem bater para cumprimentá-lo pela vitória da irmã.

Igor estava com Valquiria Faleiro, de 47 anos, chefe do setor de contabilidade da prefeitura de Passa Tempo, sua mulher desde 2006. Ele voltou no sábado de Brasília para poder votar na irmã. Durante a semana, com Dilma em seus últimos compromissos de campanha, resolveu ficar com a mãe de 91 anos, que está doente, no Palácio do Planalto. Lá assistiu, sozinho em um quarto de hóspede, ao último debate presidencial. Menos de 24 horas depois estava no centrinho de Passa Tempo de chinelos e bermuda, comprando uma caixinha de cervejas no único mercado da cidade.

“Achei que era fantasma e não me enxergavam”, disse ao ser abordado pela reportagem do Estado no fim da tarde de sábado, tentando ironizar as acusações, feitas pela campanha de Aécio Neves (PSDB), de que teria sido funcionário fantasma da prefeitura de Belo Horizonte entre 2003 e 2009. Em seguida, aceitou conceder entrevista exclusiva no “puxadinho” com churrasqueira que construiu no quintal de casa. “Demorei quatro anos pra fazer esse ‘puxado’, pedreiro aqui tá muito caro. Custa R$ 120 por dia de serviço”, contou.

Aposentado há dois anos, Igor busca incrementar a renda com um projeto para tentar entrar no mercado de criação de tilápias. “Tem gente que vende por R$ 50 o quilo do filé da tilápia. Estou com outro colega em um negócio que pode render 300 toneladas (por mês)”, afirma. Antes, ele ocupou funções diversas – já foi desde controlador de voo em São José dos Campos a porteiro de hotel de luxo em Quebec, no Canadá.

Ele garante nunca ter pedido nenhum tipo de favor à irmã dez meses mais nova. E até faz críticas ao papel de guerrilheira de Dilma durante a juventude. “Eu achava errado (ela ir para a luta armada contra a ditadura). Os dois lados (militares e estudantes) estavam errados. Não se ganha nada impondo a violência”, disse o irmão da presidente.

Na mesma época que a irmã militava na clandestinidade, ele morava nos Estados Unidos e estava em contato com líderes do movimento hippie dos anos 70. “Quando eu voltei e ela estava na cadeia, no presídio Tiradentes, eu ia com minha mãe visitá-la.” O irmão diz também que não gostava de Leonel Brizola, o líder político que inspirava Dilma. Enquanto a irmã seguia carreira política dentro do PDT e já era secretária no governo do Rio Grande do Sul, Igor morava em um trailer na Bahia.

Quando a irmã se tornou ministra, em 2003, ele ainda morava no mesmo trailer, em um terreno cedido por um amigo em Passa Tempo, onde acabou construindo sua casa. “Eu sempre gostei mais da iniciativa privada, tive boas oportunidades”, argumenta. Advogado, Igor também cursou jornalismo e história. Fala francês e inglês fluentes.

Ele defende a reeleição da irmã. Mas de jeito nenhum pede votos aos amigos ou faz campanha. Igor sorri quando questionado se dava expediente na prefeitura de Belo Horizonte, entre 2003 e 2009, quando já morava em Passa Tempo. “Esse menino (Aécio Neves) tá exagerando”, afirmou, sorrindo, o adepto da filosofia budista. Ele afirma nunca ter faltado ao serviço enquanto esteve na função de assessor especial da Secretaria de Planejamento. “Eu só voltava aqui (Passa Tempo) nos finais de semana. Sempre fui muito próximo do Fernando (Pimentel, ex-prefeito da capital mineira)”, relata, com voz pausada.

As acusações, porém, revoltam a mulher de Igor e seu filho, o médico cardiologista Pedro Rousseff, de 45 anos, que tem casa de veraneio e consultório em Passa Tempo. Foi o filho quem comprou para o pai a maior parte dos móveis de sua casa. “A gente sempre tá percebendo uma piadinha, uma alfinetada até de quem era nosso amigo. Foi muita calúnia contra meu pai. E meu filho também fica sofrendo bullying na escola em Belo Horizonte por conta disso”, disparou Pedro.

Em meio ao clima de “Fla-Flu” entre petistas e tucanos que também contagiou a pequena cidade mineira, a cunhada de Dilma passou a última semana reclusa. Só saía para trabalhar ou ir à padaria. Na sexta-feira, a reportagem encontrou Valquíria indo pra casa a pé, carregando uma sacola de plástico que tinha ricota caseira e um litro de Sukita. “Foi-se o nosso sossego, que a gente tanto gostava, com essas denúncias todas, o anonimato que o Igor lutou tanto para preservar”, lamentou.



 Estadão

Padre afirma ser pedófilo e se enforca na sacristia

TRIESTE (ITÁLIA): Um padre italiano que admitiu ter abusado de uma adolescente se enforcou na terça-feira na sacristia de sua igreja pouco antes que bispo anunciasse oficialmente sua expulsão da paróquia, informou a diocese de Trieste (nordeste da Itália). Em uma conversa no sábado (25) com seu bispo, monsenhor Giampaolo Crepaldi, o sacerdote Don Max Suard, 48 anos (FOTO ACIMA), admitiu ter cometido ações graves contra uma moça de 13 anos e solicitou dois dias para preparar uma carta pedindo perdão a Deus, à Igreja e à vítima.
Quando na terça-feira (28) o bispo chegou para informar oficialmente sobre sua expulsão e da abertura de um procedimento canônico contra ele, o encontrou enforcado na sacristia. 


 Correio 24 horas

PADRASTO CABRA SAFADO OBRIGA MÃE A ASSISTIR À FILHA DE 12 ANOS SER ESTRUPADA POR ELE

 
Um homem foi preso acusado de estuprar a enteada de 12 anos em São Francisco do Conde, na região metropolitana de Salvador. Segundo testemunhas, o homem teria usado um facão para ameaçar a vítima. De acordo com a polícia, o acusado estuprou a menina e ainda obrigou a mãe a assistir a toda a violência
A mãe contou que o homem, com quem vive há três anos, bateu nela e nas três filhas com o facão. Depois, a colocou no quarto junto com a adolescente de 12 anos e começou a fazer sexo com a menina na frente dela
A mulher disse que ele tapou a boca da vítima para não poder gritar.
Ele pegou o facão e disse que se a gente gritasse cortava o meu pescoço e o dela com o facão
Mãe e filha prestaram queixa na 23ª DT (Delegacia Territorial) de Lauro de Freitas, também na região metropolitana de Salvador.

O homem, que diz trabalhar de marisqueiro, já estava se preparando para ir embora quando a Polícia Militar chegou.

O homem foi enquadrado pela Lei Maria da Penha e por estupro de vulnerável e vai ficar à disposição da Justiça
A menina passou por exame de corpo de delito, que comprovou e estupro cometido por Ailton Santos Quirino, 23 anos.

R7