quinta-feira, 31 de março de 2016


Vídeo mostra homem ameaçando atear fogo em juíza no Fórum Butantã-SP

Um vídeo de 30 segundos que circula por meio do aplicativo WhatsApp mostra o homem que invadiu o Fórum Butantã, na Zona Oeste de São Paulo, ameaçando atear fogo na juíza que ele manteve refém na tarde de quarta-feira (30). O Bom Dia São Paulo exibiu trecho dessa gravação nesta quinta-feira (31)
Outras imagens também circulam por meio de celulares mostrando o momento da prisão do agressor.

A filmagem da ameaça foi feita por celular por um policial militar, atendendo uma das exigências de Alfredo José dos Santos, que segurava a juíza Tatiane Moreira Lima, da Vara de Violência Doméstica, pelo pescoço. Ela foi mantida refém por cerca de 20 minutos.

O agressor, que teria cursado ensino técnico em química, havia jogado líquido inflamável nele e em Tatiane e ameaçava acender um isqueiro. Ele foi preso pela Polícia Militar (PM) quando se distraiu com a gravação.

Por conta do incidente, o Fórum ficará fechado nesta quinta-feira (31). Todas as audiências agendadas foram canceladas e serão remarcadas. De acordo com Tribunal de Justiça (TJ), "se constatadas falhas, medidas corretivas serão tomadas de imediato".
O G1 não conseguiu confirmar se Alfredo constituiu advogado para defendê-lo. A equipe de reportagem também não localizou Tatiane para comentar o assunto.


Alfredo responde na Justiça por agressão à sua mulher, em 2013. Ele estaria sujeito à Lei Maria da Penha, que protege mulheres vítimas de violência ou ameaças.
O homem, que dizia nas imagens ser inocente, tinha uma audiência marcada com a juíza às 14h. Segundo policiais ouvidos pela equipe de reportagem, o invasor estaria insatisfeito com a magistrada, que teria tirado dele a guarda do filho. Os agentes contaram que o agressor estava visivelmente abalado psicologicamente.
“Tá filmando isso aí?”, indagou Alfredo para os policiais, enquanto mantinha a magistrada refém. “Coloca na televisão”.

As cenas não mostram, no entanto, a prisão do homem, que carregava uma mochila com artefatos suspeitos e garrafas com líquido inflamável, como gasolina e querosene. De acordo com policiais, dentro também estaria um dinossauro e uma arma de brinquedos, além de um capacete militar com a inscrição 'inocente'. 

Segundo a Secretaria da Segurança Pública (SSP), Alfredo foi levado ao Hospital Universitário e liberado do atendimento médico.
Em seguida, passou por uma delegacia, onde poderia ser indiciado por tentativa de homicídio e outros crimes. O boletim de ocorrência foi registrado no 51º Distrito Policial (DP), no Butantã, onde o delegado Milton Toschi confirmou a prisão em flagrante do homem por ter jogado líquido inflamável na juíza.

Após a elaboração do Boletim de Ocorrência, ele seria transferido ao 91º DP, Ceasa. A juíza foi levada ao Hospital Albert Einstein e liberada. Policiais disseram que o agressor dizia que 'juiz não é Deus'.

O caso O crime aconteceu por volta das 13h30. Segundo policiais, Alfredo invadiu o Fórum do Butantã correndo pela saída, sem passar pela segurança. O local não teria detector de metais. Ele subiu as escadas ateando fogo no piso.

 
Um segurança chegou a atirar na direção do invasor, mas o disparo teria atingido a parede. Sem ser barrado, Alfredo correu até o gabinete da juíza, a agarrou pelo pescoço e despejou um produto químico nela.

Quando seguranças do fórum chegaram à sala, Alfredo segurava a juíza pelo pescoço. Após negociação com a polícia, ele exigiu que as pessoas na sala filmassem ele segurando a magistrada. Pedia para que ela dissesse que ele não era louco e era inocente. Também pediu que chamassem a TV. A gravação foi feita por um policial.

Veja abaixo o diálogo gravado por celular:

Alfredo José dos Santos - “Tá filmando isso aí?”


PM1 – “Tá.”

Alfredo – “Coloca na televisão.”

PM 1 - “Calma, calma, calma. Tenha calma, pô! Eu quero te ajudar, pô!”

Alfredo - “Quero a televisão aqui, agora.”

PM 1 - “Já pedimo (sic), tá vindo.”

PM 2 – “Tá vindo.”

PM 1 - “Tô sem arma, pô. Fica calmo.”

Alfredo - “Só um minutinho. Peraí, peraí. Eu sou louco?”

PM 1 - “Ninguém quer te prejudicar ”

Alfredo - “Fala para eles bem alto. Eu sou louco?

PM1 – “Ela é inocente.”

Juíza Tatiane Moreira Lima – “Você não é louco.”

Alfredo – “Pera só um pouquinho... Três vezes.”

Juíza – “Você não é louco.”

Alfredo - “Mais uma!”

Juíza – “Você não é louco.”

Alfredo - “Sou culpado de algum crime?”

Juíza – “Não. Nenhum crime.”

PM 1 – “Tenha calma.”

Alfredo – “Vocês ouviram?”

Juíza – “Nenhum crime.”

Alfredo – “Vocês ouviram?”

PM 1 – “Tá filmando.”

Alfredo – “Tá filmando isso aí?”

PM – “Tá.”

Alfredo – “Coloca na televisão.”


Ao término da gravação acima, ele foi detido pelos policiais, rendido e preso. A juíza acabou libertada. Essa ação da prisão também foi filmada. Um vídeo de 1 minuto e 50 segundos mostra policiais aproveitando um momento de distração do agressor e avançam sobre ele, o imobilizando. Em seguida, um extintor é jogado para impedir que ele ateasse fogo na vítima.

 
"Eu sou inocente, eu sou inocente", dizia Alfredo aos policiais que o algemavam.

"Ele [o agressor] falou que tá cheio de coisa aí dentro", disse em seguida um policial, se referindo a possíveis produtos inflamáveis colocados no fórum.

Gate; Segundo técnicos da Companhia de Tecnologia de Saneamento Ambiental (Cetesb) e bombeiros, o produto jogado pelo homem na magistrada seria químico. No entanto, eles não souberam afirmar qual seria especificamente o material.

Por conta do incidente, o fórum passou a tarde de quarta-feira fechado e cercado pela polícia. O Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate), da PM, foi acionado para fazer uma varredura no local e verificar a possibilidade de explosivos. Caminhões do Corpo de Bombeiros e equipes da PM também foram deslocados.

A área foi liberada por volta das 19h20 de quarta-feira, quando o Gate deixou o fórum levando um artefato suspeito de ser uma bomba caseira.
 
Magistrados Por meio de nota, a Associação Paulista de Magistrados (Apamagis) manifestou "integral apoio e solidariedade à nossa colega juíza da Vara de Violência Doméstica, do Foro Regional do Butantã, alvo, nesta data, de grave e inusitado atentado, praticado provavelmente por pessoa que estava sob a sua jurisdição, que invadiu o prédio público munido de líquido inflamável fazendo a magistrada de refém".

Os membros da Associação informaram ainda que "repudiam qualquer ato de violência e reiteramos a necessidade de que os membros da Magistratura tenham proteção contra atos que atentem contra sua integridade física, coloquem em risco suas vidas e afetem diretamente o Poder Judiciário. Essa proteção só se efetivará quando da criação de uma política nacional de segurança eficaz aos magistrados".
De acordo com a nota da Apamagis, um "Poder Judiciário forte e independente é o pilar de sustentação do Estado Democrático de Direito e seus integrantes devem ter total proteção do Estado para o desempenho do exercício de suas funções".

A Associação finalizou o comunicado informando que "confia nas autoridades na célere e eficaz apuração destes fatos ocorridos no Foro Regional do Butantã e desde já agradece as manifestações de solidariedade de outras instituições ligadas à Justiça".

G1


Lançamento de programa: palanque contra impeachment
‘Impeachment sem crime de responsabilidade é golpe’, disse Dilma

A presidente Dilma Rousseff voltou a falar de "golpe" e em "má-fé" na condução do processo do impeachment de que é alvo. Dilma lançou a terceira fase do programa Minha Casa Minha Vida no Palácio do Planalto, nesta quarta-feira, com forte presença de movimentos sociais.

- Que processo é esse? É um processo golpista - afirmou Dilma, que ressaltou por várias vezes que o país não está em um sistema parlamentarista, no qual há a figura do primeiro-ministro, eleito por voto proporcional, em vez do majoritário.

- Não existe essa conversa: "Não gosto do governo, então ele cai". Não existe isso. Existe no parlamentarismo. Não gosto do primeiro-ministro, derruba o gabinete. 

Está previsto - disse a presidente, e completou em outro momento: - Impeachment sem crime de responsabilidade é o quê? É golpe.


O Globo - Eduardo Barreto


Polícias cumprem mandado de prisão contra homicida em Santa Cruz do Capibaribe-PE
No final da manhã desta quarta-feira (30), uma equipe composta por policiais civis e militares cumpriram mais um mandado de prisão em Santa Cruz do Capibaribe.
De acordo com as informações, Emanoel Henrique do Nascimento (23 anos, conhecido por (“Madruga”) foi preso em frente à sua residência, no bairro Dona Dom.
  
Emanoel estava em liberdade condicional, pois está respondendo por um homicídio cometido em 19 de outubro de 2013, que vitimou o jovem Caio Renan dos Santos (20 anos.
Vítima do homicídio a época – Foto: Fernando Lagosta

Ainda segundo as informações, mudanças no processo fizeram com que o mandado de prisão fosse expedido pela comarca local.

O homicídio foi registrado na madrugada do Sábado 19 de Outubro do ano de 2013. Na época, o acusado juntamente com outro comparsa, teria avistado a vítima e efetuado vários disparos de arma de fogo.
 Assustado, “Caio Renan” abandonou a bicicleta no meio da rua e tentou correr, porém não resistiu aos ferimentos e morreu a alguns metros depois.
Emanoel será conduzido ao presídio Juiz Plácido de Sousa, na cidade de Caruaru e não ficará no presídio local por conta de desafetos dentro da unidade.


Ney Lima/Jota Lima


Homem é executado a tiros na cidade de Toritama-PE
Na manhã desta quarta-feira (30), mais um crime de morte foi registrado na cidade de Toritama, situada no Agreste Pernambucano. 


Passava das 11h, quando a vítima identificada como sendo Gilberto da Silva, 35 anos, foi morta com vários disparos de arma de fogo na região da cabeça.
O fato aconteceu às margens da PE-90, próximo à Igreja Assembléia de Deus e até o momento não sabe-se a autoria nem a motivação do crime.
A Polícia Militar esteve no local fazendo o isolamento, aguardou a chegada da Polícia Civil que fez o levantamento cadavérico e encaminhou o corpo para o IML (Instituto Médico Legal) da cidade de Caruaru-PE.


Informações do repórter Niedison Lopes e TV Nova Replay


Adolescente morre após receber descarga elétrica e cair de prédio; em Brejo da Madre de Deus-PE
Uma verdadeira fatalidade foi registrada na tarde desta Quarta-feira (30), no município de Brejo da Madre de Deus, Agreste do estado de Pernambuco.
 Um adolescente morreu após receber uma descarga elétrica e cair de um prédio, localizado na Rua da Saudade, próximo ao Hospital Municipal Dr. José Carlos Santana, centro daquele município.
De acordo com as informações José Jeferson, de 17 anos de idade, estava fazendo um trabalho na casa de um amigo filho do proprietário de uma funerária, quando no primeiro andar, a vítima percebeu uma bolsa de plástico na rede elétrica; na ocasião o jovem tentou retirar a bolsa e acabou recebendo uma descarga elétrica, vindo a cair do primeiro andar e falecer na calçada da referida funerária.
A triste morte de “Jeferson” chocou a cidade de Brejo, sendo que muitos populares foram ao local presenciar a tragédia. 
  
A Polícia Militar fez o isolamento da área do acidente até a chegada da Polícia Civil que, realizou o levantamento cadavérico e encaminhou o corpo para o IML (Instituto de Medicina Legal) da cidade de Caruaru-PE.
 


Jota Lima/Ruy Siqueira


Imagem de câmara de segurança mostra dois elementos assaltando um posto de gasolina em Santa Cruz do Capibaribe-PE
O assalto aconteceu na manhã da Quarta-feira (30) em um posto de gasolina que fica as margens da PE-160; em Santa Cruz do Capibaribe, Agreste do estado de Pernambuco.

Nas imagens, podemos observar que dois elementos chegam em uma motocicleta e de início pedem para o frentista abastecer a motocicleta usada por eles, porém após a moto ser abastecida, o garupa armado com uma arma de fogo, anuncia o assalto e leva o dinheiro de dois funcionários do posto.

A dupla de assaltante age de cara limpa e bem vestidos.

Confira o vídeo na íntegra abaixo:
 


Postado por Jota Lima


Vereadores de Brejo da Madre de Deus-PE solicitam apoio do deputado Diogo Moraes para demandas da região
Da esquerda par a direita o vereador Wagner Assunção (Bolão), o deputado estadual Diogo Moraes e os vereadores Josivaldo Lopes e Hilário Paulo.
 
Os vereadores Hilário Paulo, Josivaldo Lopes e Wagner Assunção (Bolão), de Brejo da Madre de Deus, se reuniram nesta terça-feira (29) com o deputado Diogo Moraes, na Assembleia Legislativa de Pernambuco para tratar de questões importantes para a região. No encontro foram abordadas duas questões: a liberação de recursos para a realização de serviços de enfrentamento à seca, junto à Secretaria de Agricultura e Reforma Agrária do Estado e a necessidade de ofertar serviços eleitorais no distrito de São Domingos, distante 60km do município.
Durante a reunião, o deputado Diogo Moraes (PSB), informou aos vereadores sobre a liberação de mil horas máquinas para a realização de limpeza de barreiros e pequenos açudes, além das estradas vicinais, com recursos da Secretaria de Agricultura e Reforma Agrária de Pernambuco. “A iniciativa é muito importante para Brejo da Madre de Deus, principalmente pela possibilidade de chuvas nos próximos meses. Com a limpeza destes barreiros e pequenos açudes, a captação da água será ampliada e os agricultores terão melhores condições no período de estiagem”, explicou Moraes.
Resultado de imagem para images do bolao e josevaldo e hilario
Os vereadores, satisfeitos, declararam que será elaborado um cronograma com a distribuição das mil horas máquinas entre os distritos que necessitam da ação. “Além do trabalho de enfrentamento à seca, também serão feitas melhorias nas estradas, pois o material retirado será colocado em locais críticos, beneficiando o acesso para veículos e facilitando o escoamento da produção”, disse Hilário Paulo. Os trabalhos, quando iniciarem, serão monitorados pela equipe do deputado Diogo Moraes.
Da esquerda par a direita o vereador Hilário Paulo, o presidente do TRE-PE, Desembargador Antonio Carlos Alves, a diretora geral do TRE-PE, Isabela Landim, o e os vereadores Josivaldo Lopes e Wagner Assunção (Bolão) em reunião na capital pernambucana.
 
A outra pauta do encontro foi especificamente sobre o distrito de São Domingos, distante 60km de Brejo da Madre de Deus. De acordo com os vereadores, os cidadãos que precisam solucionar questões eleitorais, como inscrição, transferência e segunda via de título de eleitor, precisam viajar para a sede. Consciente da necessidade de oferecer o serviço para a população, o deputado agendou, para o mesmo dia, outra reunião com o Desembargador e Presidente do Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco (TRE-PE), Antonio Carlos Alves.
No TRE-PE, os representantes do município solicitaram apoio do órgão para implantação do serviços de inscrições, transferências e segunda via de títulos eleitorais para o distrito. Segundo o vereador Hilário, ficou definido que será realizado um estudo para viabilidade de oferta dos serviços em São Domingos. “Nós solicitamos ao presidente do TRE este levantamento técnico para que medidas positivas para nosso povo sejam tomadas”, informou o vereador. “A população do distrito é de 22 mil pessoas, que precisam se deslocar por uma longa distância até Brejo da Madre de Deus. É importante a oferta deste serviço à região para que todos possam exercer a sua cidadania”, declarou Moraes.


Informações da Assessoria.



Menina da cidade de Brejo da Madre de Deus-PE vai para casa pela 1ª vez após cinco anos internada em hospital
Emilly, de 6 anos, sofre de doença rara e estava internada no Recife.Ela ganhou aparelho respiratório após carta enviada para o Papai Noel – Fotos: TV Asa Branca

A garota Emilly Kauane Moreira, de seis anos, foi para casa – em Brejo da Madre de Deus, no Agreste de Pernambuco – pela primeira vez nesta terça-feira (29), após cinco anos internada no Hospital da Restauração, no Recife.
Ela sofre de uma doença rara: distrofia muscular congênita, que provoca atrofia e fraqueza muscular. A casa foi alugada este ano pela família – um quarto foi preparado especialmente para a criança. A menina passará a conviver mais com os parentes e com a irmã de dois anos – que nasceu enquanto Emilly estava internada.

Com o quarto decorado na nova moradia, Emilly foi recepcionada pela irmã, pela bisavó e pelo avô. Assim que a ambulância chegou no Distrito de São Domingos, o avô cantou uma música para a garota.

A despedida da equipe do hospital aconteceu na segunda-feira (28) – os profissionais que trabalham na unidade hospitalar fizeram uma festa para ela. Emilly conseguiu deixar a internação após ganhar um aparelho respiratório.
.
A fisioterapeuta do Hospital da Restauração, Joanice Costa, escreveu uma carta para o Papai Noel e endereçou aos Correios. A carta – com o pedido de um respirador mecânico que custa R$ 25 mil – chegou nas mãos do casal Tiago de Medeiros e Luiza Laranjeira.

Eles abraçaram a ideia e fizeram uma campanha nas redes sociais para arrecadar o valor necessário para conseguir cumprir o pedido da cartinha. Após cinco dias, foi arrecadado quase R$ 30 mil, o suficiente para comprar o aparelho e garantir o dinheiro para a família voltar para casa.
A mãe da menina, Márcia Florêncio, disse que viu a saída da garota do hospital como um recomeço. “Para mim, é uma nova vida. O que mais me deixa feliz é saber que ela vai voltar para casa”, afirmou.


Fonte: Portal G1 Caruaru



QUATRO PESSOAS SÃO DETIDAS PELO GATI DO 24º BATALHÃO DA POLÍCIA MILITAR
 
Após receberem denúncias dando conta que, dois indivíduos conhecidos por "André" e "Alan" que seriam envolvidos em roubos de motocicletas, bem como, venda de armas de fogo, residiam no bairro Nova Vertentes na cidade de Vertentes no Agreste de Pernambuco, a equipe do GATI do 24º Batalhão da Polícia Militar (BPM) fez diligências até o endereço citado e conseguiu abordar André Brahma de Lima juntamente com Emanuela da Silva Oliveira, José Carlos da Silva e Janaína Maria de Morais.
Na residência do casal André e Emanuela foram encontrados várias fotografias dos mesmos, ostentando armas de fogo, bem como, algumas capsulas de munições (deflagradas).

Já com o José Carlos foram localizadas vários materiais explosivos (pólvora, chumbo e espoletas).
A Polícia informou ainda que ao perceber a presença dos policiais, a Janaína (companheira do Alan) tentou se desfazer de uma placa OYN-1216 a qual foi verificada e pertence a motocicleta Honda CG-150c de cor vermelha (roubada).

Diante dos fatos, todos foram conduzidos e apresentados ao Delegado de Plantão na Delegacia de Polícia de Taquaritinga do Norte-PE aonde o José Carlos foi autuado em flagrante delito pelo crime de posse de munições, e os demais envolvidos foram ouvidos e liberados.


 Blog Agreste Notícia