sábado, 7 de janeiro de 2017

Moradores de Ipojuca protestam e pedem novas eleições até março
Resultado de imagem para imagens da cidade de ipojuca pe
Moradores de Ipojuca, no Grande Recife, ocuparam a sede da prefeitura do município, na manhã desta sexta-feira (6), para pedir urgência nas novas eleições municipais. Eles querem que o pleito seja realizado até março deste ano. O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) impediu a posse do candidato mais votado em outubro de 2016, Romero Sales, por causa de improbidade administrativa, mas não definiu quando ocorrerá a nova votação.

De acordo com a Polícia Militar, cerca de 30 pessoas fizeram uma manifestação pacífica no saguão do prédio do Executivo municipal. Atualmente, quem exerce o cargo de prefeito é o presidente da Câmara dos Vereadores, Ricardo José de Souza (PTC), até que ocorra nova eleição.

Os moradores haviam planejado um protesto em frente ao prédio do Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco (TRE-PE), na Avenida Agamenon Magalhães, área central do Recife, mas decidiram mudar o local da manifestação para a sede da gestão municipal.

Resultado de imagem para imagens do tse de recife
No dia 13 de outubro, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) determinou a realização de novas eleições para prefeito e vice-prefeito em Ipojuca. Por maioria dos votos, o plenário manteve o indeferimento do registro do candidato Romero Sales (PTB), o mais votado no pleito de outubro de 2016.

Romero Sales disputou as eleições com o registro indeferido. Na época, o recurso dele estava em fase de julgamento pela Justiça Eleitoral. Sales conquistou 32.496 votos e venceu o adversário Carlos Santana (PSDB). A Justiça estadual determinou, na época, que Romero Sales ressarcisse o erário a quantia de R$ 4 mil.

Por meio de nota divulgada na época da decisão do TSE, Romero Sales afirmou que recebeu a impugnação à candidatura com sentimento de injustiça. Ele disse que respeitava a decisão do TSE, mesmo contrariando a vontade popular dos ipojucanos.

Resultado de imagem para imagens da camara de vereadores da cidade de ipojuca pe
Posse - Durante a posse dos vereadores eleitos no município, o clima começou tenso, com o prédio da Câmara repleto de pessoas gritando palavras de ordem. Guardas municipais estavam presentes para conter os ânimos. A disputa da presidência da casa – e, consequentemente, do cargo provisório de prefeito – foi entre Ricardo José de Souza (PTC) e Albérico de Souza Lopes (PMDB). Albérico foi o vereador mais votado de Ipojuca, com 3.146 votos.

Enquanto os votos eram lidos, a situação foi ficando mais tensa. Por 7 votos a 5, Ricardo José de Souza foi eleito presidente da Câmara. Com o anúncio da vitória, cadeiras de plástico foram arremessadas em direção aos vereadores. Houve também correria e gritaria. Spray de pimenta foi utilizado pelos agentes de segurança para dispersar a confusão.


Por G1 PE




Nenhum comentário:

Postar um comentário