quarta-feira, 15 de março de 2017

Finalmente alguém lembrou da nossa terrinha, Mendonça libera R$5,2 milhões para obras em Pernambuco e Jataúba será contemplada! Quem foi o pidão da emenda?

O ministro da Educação, Mendonça Filho, por meio do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), liberou cerca de R$ 5,2 milhões para o andamento de obras em Pernambuco. E dessa vez Jataúba está incluído entre as cidades pernambucanas. 

Resultado de imagem para imagens de fabio mamão e mendoncinha

Serão beneficiadas obras de escolas, creches, quadras e convênios para aquisição de equipamentos com prefeitura em 24 municípios pernambucanos. O termo de autorização foi assinado, ontem, na cidade de Rio Verde, sul de Goiás, uma das beneficiadas com a destinação dos recursos.


Mendonça Filho destacou, ainda, as medidas que vêm sendo adotadas pelo governo federal para melhorar a educação no país e que têm fortalecido o pacto federativo, como a antecipação do repasse de recursos para o cumprimento do piso salarial dos professores e o reajuste na merenda escolar.
 
 “Muitas obras estão paralisadas devido à falta de informação sobre prestação de contas ou mesmo por causa de pequenos entraves burocráticos, que podem ser resolvidos sem que seja preciso se deslocar a Brasília”, disse o ministro.
Resultado de imagem para imagens de jatauba
Afrânio, Aliança, Barra de Guabiraba, Belo Jardim, Bezerros, Brejinho, Caetés, Cortês, Dormentes, Garanhuns, Ingazeira, Ipubi, Jaboatão dos Guararapes, Jataúba, Jatobá, Petrolina, Recife, Riacho das Almas, Santa Maria da Boa Vista, São Vicente Ferrer, Serra Talhada, Surubim, Trindade, Triunfo.

Ao todo foram liberados R$130 milhões para o andamento de 753 obras em escolas e creches de 885 municípios brasileiros.


Agora fica uma pergunta no ar; 

Qual dessas lideranças políticas jataubense (imagens acima) vai dizer que foi o principal responsável direto, (Digamos o pidão) por interagir junto ao ministro essa liberação de recursos destinado a Jataúba? 

Com a palavra nossos representantes!


Magno Martins/Ney Lima/Portal do Agreste




Nenhum comentário:

Postar um comentário