terça-feira, 14 de março de 2017

É Brincadeira! Paulo Câmara questiona balanços extraoficiais da violência: ‘boatos’
Durante o lançamento da pedra fundamental de uma indústria em Paulista, na manhã desta segunda-feira (13), o governador Paulo Câmara (PSB) questionou os balanços extraoficiais sobre os números de homicídios e da violência no Estado e comparou os dados a “boatos”.

Segundo a equipe de reportagem de polícia da Rádio Jornal, 66 homicídios foram registrados em Pernambuco neste final de semana. Desde o início do ano, já seriam 871 mortes no Estado.

“Não procedem esses dados. Os dados oficiais serão divulgados no momento certo. É muito boato, é muito zum, zum, zum. Nós estamos trabalhando muito para ter o Estado seguro. O momento não é, de maneira nenhuma, fácil. A situação não está boa. Mas a gente tem certeza que o trabalho que foi iniciado que está buscando desarticular o crime organizado, combater o tráfico de drogas, evitar o número de homicídios, furtos e roubos, ele está acontecendo. A gente tem certeza que Pernambuco vai reverter os números”, afirmou o governador.

Desde o início do ano, o Estado mudou a metodologia de divulgação dos números da violência. Os dados oficiais sobre o mês de fevereiro só sairão no dia 15 de março. E os crimes deste mês virão a público apenas em meados de abril. Segundo a Secretaria de Defesa Social (SDS), o objetivo é dar números consolidados, mais completos e exatos sobre a violência.

“É muito importante à população saber que a gente está trabalhando. E não entrar nessa onda de boato. Vocês viram o que estavam querendo fazer com o nosso Carnaval. E nós mostramos claramente que o Carnaval foi bem feito e foi seguro. Questões como esta tem que ter muito cuidado e esperar os dados oficiais. Nós estamos com muita transparência nessa questão, não escondendo nada. Mas nós queremos trabalhar com a verdade e mostrar exatamente o que nós estamos fazendo”, ressaltou ainda o socialista. Via: O Povo com a Notícia


Site:: Guia Pernambuco



ACESSE:

Nenhum comentário:

Postar um comentário