quinta-feira, 16 de março de 2017

Terminal Rodoviário de Santa Cruz do Capibaribe-PE, está em estado vergonhoso e usuários reclamam
Na manhã desta quarta-feira (15) a equipe de reportagem esteve, mais uma vez, no Terminal Rodoviário de Santa Cruz do Capibaribe. Inaugurado em 1985 e tido antes como um dos cartões postais da cidade, o prédio, que é de propriedade estadual, padece em meio ao abandono e a insegurança.

É comum que os cerca de 1000 passageiros que embarcam e desembarcam diariamente passem por situações constrangedoras como encontrar os banheiros fechados, ver infiltrações e ferragens a mostra nas paredes e também a presença de usuários de drogas, que usam o local não só para consumo, mas também como abrigo.
Um dos funcionários do local, que não quis ser identificado, relatou que muito da limpeza do espaço é realizada de forma improvisada por falta de material, tendo que, por várias vezes, já ter relatado ele e outros tiveram que comprar produtos de limpeza usando dinheiro do próprio bolso.

Outro fator destacado é a insegurança, já que o prédio fica ao lado de onde será inaugurado o novo Centro de Educação, que terá mais de 1200 crianças estudando em suas dependências.

O popular ainda cobra providências por parte do Governo do Estado, em especial do deputado estadual e primeiro secretário da Alepe, Diogo Moraes (PSB).
“Infelizmente vivemos isso diariamente e cobro para que algo seja feito. Temos aqui um deputado da terra, que poderia muito bem tentar interceder junto ao governador Paulo Câmara (PSB) para mudar essa situação. Digo a você: espero a hora de me aposentar para sair daqui, pois vejo que pode acontecer algo de ruim a qualquer hora. Acho que só podemos esperar agora pelo Chapolim Colorado, para ver se ele pode nos ajudar” – disse.

“Isso é uma vergonha para uma cidade que é conhecida como um ponto turístico, ter logo uma Cracolândia na Rodoviária” – desabafa vítima

No final da tarde da última terça-feira (14), uma mulher compareceu na delegacia de Santa Cruz do Capibaribe, após ser assaltada no terminal rodoviário local. Segundo informações da vítima, a mesma vinha de ônibus do município de São Caetano e ao descer do veículo, foi abordada por dois casais no local.
Em entrevista concedia a Rádio Polo FM, ela relatou que um rapaz se aproximou e pediu R$ 2,00 e ao procurar por algumas moedas em sua bolsa, um dos suspeitos teria puxado a sua bolsa, sendo que neste momento, outro suspeito lhe ameaçou com um canivete caso não soltasse a bolsa. A vítima acabou ficando machucada após os suspeitos tentar lhe roubar o relógio, porém a mesma conseguiu fugir do local.

Após a ação criminosa, a vítima seguiu a pé até a delegacia de polícia local, onde registrou a queixa. Na bolsa, continha seus documentos, a importância de R$ 80,00 em espécie, além de um celular e um carregador. A mulher iria seguir no mesmo dia até a cidade de Jataúba, mas teve que permanecer no município santa-cruzense devido ao horário.

Durante entrevista, a vítima desabafou sobre a situação que se encontra o Terminal Rodoviário de Santa Cruz do Capibaribe.

“Isso é uma vergonha para uma cidade tão boa e a tão movimentada, que é conhecida como um ponto turístico e é triste ter logo uma Cracolândia na Rodoviária, isso não podia existir. Era para as autoridades tomar providências e tirar aquelas almas sebosa dali, eu mesmo jamais vou descer lá” – finalizou.


Informações Ney Lima


Nenhum comentário:

Postar um comentário