terça-feira, 27 de junho de 2017

Bicentenário da Revolução de 1817 dá nome à taça da final do Campeonato Pernambucano de 2017
O governador Paulo Câmara recebeu, nesta segunda, o presidente da Federação Pernambucana de Futebol, Evandro carvalho, que anunciou a homenagem ao movimento pernambucano

Engajada nas homenagens que vêm sendo realizadas pela passagem do Bicentenário da Revolução de 1817, a Federação Pernambucana de Futebol (FPF) oficializou, nesta segunda-feira (26.06), que o campeão do Campeonato Pernambucano de Futebol 2017 receberá taça inspirada no movimento separatista. O comunicado foi feito durante reunião entre o governador Paulo Câmara, o presidente da entidade, Evandro Carvalho, e dirigentes de Salgueiro e Sport - clubes que disputam, na próxima quarta-feira (28.06), a partida final do torneio, no município de Salgueiro, no Sertão Central de Pernambuco.

“Como governador de Pernambuco, tenho que agradecer à Federação Pernambucana de Futebol e aos clubes por essa oportunidade de estarmos homenageando a Revolução de 1817. A taça representa o reconhecimento do movimento, que lutou por liberdade, justiça e por um Brasil melhor. Mais uma vez, em períodos difíceis como esse que estamos passando, é importante estarmos lembrando de um momento que buscou um País melhor”, avaliou o governador Paulo Câmara.

O gestor estadual também registrou a importância do esporte na vida da população e afirmou que “o futebol se encaixa na história de Pernambuco”. “O futebol pode ajudar muito, como sempre ajudou, na formação de jovens e no futuro deles, podendo dar oportunidade aos jovens atletas de terem uma vida melhor”, concluiu.
Para Evandro Carvalho, a gravação do Bicentenário de 1817 na taça é um reconhecimento da FPF da importância do movimento para o Estado. “Reconhecemos a grandeza da história de Pernambuco. Além disso, é uma oportunidade que a Federação teve de se aliar e de se alinhar ao governador Paulo Câmara na homenagem à Revolução Pernambucana. Então, a FPF e os clubes pernambucanos tiveram e têm o maior prazer em instituir o troféu em homenagem ao Bicentenário”, pontuou, complementando que, este ano, será a primeira vez que uma final do Campeonato Pernambuco acontece no Interior do Estado.
Durante o encontro, também estavam presentes os secretários Antonio Figueira (Casa Civil) e Felipe Carreras (Turismo, Esportes e Lazer); o secretário-executivo da Casa Civil, Marcelo Canuto; o secretário-executivo de Articulação Parlamentar da Casa Civil, André Campos; a presidente da Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico de Pernambuco (Fundarpe), Márcia Souto; o presidente de honra do Salgueiro, Clebel Cordeiro, e o presidente do Sport, Arnaldo Barros; membros da Comissão Organizadora do Bicentenário da Revolução de 1817, José Luis da Mota Menezes e Margarida Cantarelli; e o diretor de competições da FPF, Murilo Falcão.

Entre as atividades que estão sendo realizadas ao longo deste ano em homenagem à Revolução de 1817, estão exposições culturais, construção de um monumento em referência ao marco e a publicações de livros. 


A Revolução de 1817 foi o único movimento separatista que chegou a ter um governo republicano - instalado durante 74 dias -, sob o ideário de "liberdade, igualdade e fraternidade".


Com informações da assessoria de comunicação


Nenhum comentário:

Postar um comentário