sexta-feira, 23 de junho de 2017

Exclusivo - Depois de disputar duas eleições como candidato a vereador Pr. Joanes Silva diz que não faz mais parte do grupo de oposição em Jataúba-PE
Foto: Arquivo Pessoal 

Na manhã desta sexta-feira 23, o Blog Agreste no ar conversou com Pr. Joanes Silva (PR) que foi candidato a vereador na cidade de Jataúba nas últimas duas eleições pelo grupo de oposição, na ocasião o Pastor revelou que não faz mais parte do grupo de oposição na cidade, nas eleições que disputou Joanes obteve 124 votos em 2012 quando disputou as eleições no grupo denominado ‘fofa terra’ e 56 votos em 2016 quando esteve no palanque de Fábio Mamão.

Saída do grupo


Joanes disse que os motivos da sua saída se dão pela baixa votação que obteve nas eleições que disputou, segundo ele os eleitores do grupo vermelho não aceitaram a sua forma de fazer política, e disse: “Eu não saí do grupo, foram os eleitores que me tiraram, o povo que veste vermelho disse não ao meu projeto”, segundo o pastor a sua forma de fazer política de forma transparente não agradou ao povo, digo eleitores do vermelho, quem sabe em outro palanque agente é mais aceitável.

Futuro político


“Eu prometi ao meu avô que foi político, que foi vereador que daria continuidade ao sonho de através da política tentar transformar a vida das pessoas, sabemos que de ambos os lados exitem alguma coisa errada porque não existe partido ou grupo perfeito, por isso vou avaliar o futuro pra saber em que palanque irei subir nos próximos pleitos, queremos um palanque que apoie os nossos projetos que não são impossíveis, como uma guarda municipal legalizada, um anexo de um faculdade no município, um centro de compras que traga melhorias para as famílias Jataubenses, então palanque é detalhe”,
destacou Joanes.

O pastor disse que mesmo contra a vontade da sua família irá disputar a próxima eleição: “Tenho que tirar uma duvida que existe dentro de mim, eu me preparei e me preparo para desenvolver um bom trabalho no município, então vou disputar o próximo pleito pra saber se eu só sou rejeitado pelos eleitores do vermelho ou de toda Jataúba, porém, não irei procurar ninguém, já basta as rejeições anteriores, mas preciso tirar essa dúvida”, disse Pastor Joanes.

Mágoas e traição


O pastor disse que não guarda mágoas de ninguém, porém, destacou que a sua maneira de fazer política e o que ele levou pra o palanque como, por exemplo, cânticos espirituais e orações que comoviam as pessoas levando muitas às lágrimas durante os comícios gerou ciúmes por parte de alguns candidatos a vereador que pensaram que o mesmo seria beneficiado com isso e disse: “Houve até reuniões para que eu não fizesse mais isso, e subir em um palanque sem Deus eu não aceito”, desabafou.

Joanes ainda disse que considera a visão e o projeto de Mamão o melhor para a cidade hoje, porém, a equipe que o cerca não fala a mesma língua e disse que muitos sobem no palanque pensando só em pedir votos pra si e usam a imagem de Mamão pra isso.

Eleições 2018


O pastor disse que ainda é presidente municipal do PR partido do ex-deputado e prefeito de Jaboatão Anderson Ferreira, no entanto, disse que irá avaliar os nomes e os cenários para 2018 e disse que seu único voto certo até agora é o de governador do estado.

O estopim da saída


O pastor disse que foi uma série de fatores, a rejeição dos eleitores do grupo vermelho, os números decepcionantes das duas eleições que disputou pelo grupo, e até alguns problemas de palanque onde o mesmo disse que um candidato do próprio grupo que hoje é vereador teria zombado pelo fato do mesmo só ter obtido 56 votos, “eu soube dessa história que depois foi confirmada e eu disse a ele, tive 50 votos mais nenhum foi comprado”, então esses fatos segundo ele pesaram na sua decisão de não fazer mais parte do grupo.

Repercussão


O pastor disse que está tranquilo quanto à repercussão, “Não denegri nominalmente a imagem de ninguém, por isso estou tranquilo, não existe no país partido certo, todos estão inseridos em algum tipo de corrupção, então desde que ninguém venha denegrir a minha imagem podem criticar, não pulei de partido, apenas saí dos palanques e vou avaliar o futuro se nenhum palanque me quiser quem sabe agente pode até ingressar uma terceira via”, destacou.

Mensagem ao grupo


Joanes disse torcer para que um dia quem sabe os objetivos do grupo sejam alcançados e falou: “Deus abençoe o senhor Fábio Mamão, sua esposa e o grupo de oposição, pois, são homens de Deus e deixou uma palavra para o grupo e disse que superação é a palavra de ordem, porém, para se superar precisa união, alguém pode até dizer Joanes não tem votos, mas, se enganam eu tenho votos e consegui entrar em lugares que muitos não imaginavam, levei a oposição a lugares que poucos entrariam, o nome Pr. Joanes abriu portas, então lembrem que o Pastor Joanes Silva conseguiu através das orações e dos cânticos trazer uma nova esperança para a nação vermelha”, destacou Joanes.

Pastor Joanes disse que ainda não comunicou pessoalmente a sua decisão ao líder da oposição Fábio Mamão, porém, pretende fazer isso nos próximos dias e agradeceu ao grupo pelas experiências vividas e pelos votos que obteve.


Jota Silva / Agreste No Ar


APOIO CULTURAL

Nenhum comentário:

Postar um comentário