quarta-feira, 21 de junho de 2017

Insatisfações, e perguntas sem respostas na política Jataubense - "Nas curtinhas da semana"
Chegou o São João e com ele às quentinhas da política Jataubense que, diga-se de passagem, está movimentada e pegando fogo nos bastidores, insatisfações, gente ficando nervosa, discussões, articulações, enfim todos os ingredientes estão presentes nesse vai e vem que é a política Brasileira onde nem sempre aquilo que parece realmente é, e onde sobrevivem os mais espertos, ou melhor, os mais bem articulados.
Esfriou – É notório o esfriamento do grupo que busca a viabilidade da perenização do Rio Capibaribe, depois do ato que ocorreu no último dia 27 de maio em Jataúba não se ouviu falar muita coisa sobre o assunto e ao que parece a estratégia do governo do estado funcionou e o anúncio da Adutora do Alto Capibaribe foi como um balde de água fria nos idealizadores do projeto, quem havia ressurgido com todo o gás e sumiu novamente foi o líder da oposição em Jataúba Fábio Mamão (PTB). 

O que será que houve de fato para o esfriamento do projeto e o sumiço do político?

O povo quer saber – Ainda paira sobre a cabeça dos Jataubenses o questionamento sobre o que de fato os vereadores que compõem a atual mesa diretora da câmara de Jataúba foram fazer em uma viagem a Brasília, foram gastos dos cofres públicos mais de 8 mil reais com diárias e passagens, e até agora os vereadores não prestaram contas a população do que de fato foram fazer na capital federal.

 Quais os gabinetes de deputados e senadores que foram visitados pelos mesmos? 

Quais as reivindicações que foram levadas pelos vereadores?

 Será que Jataúba não precisa de nada?  Com a resposta os envolvidos.

Cada um no seu quadrado – Como nem tudo que parece realmente é, o clima nos bastidores da bancada de situação em Jataúba não é dos melhores, em conversa desse blogueiro com um determinado vereador o mesmo estava virado num potó, é que um colega de bancada apresentou um requerimento pedindo uma determinada obra para uma comunidade, até aí tudo bem, o problema é que o mesmo ficou muito chateado pelo fato do colega segundo ele ter invadido o seu reduto político e disse: “Fiquei calado pra não gerar confusão, mas, será que ele ia gostar se eu apresentasse um requerimento pedindo algo para o setor dele? O certo era ele ter falado comigo, mas não, ele foi logo botando o requerimento”, desabafou o vereador. Eitaaa moído da gota.
Porque não em Jataúba? Cidades consideradas pequenas como Taquaritinga do Norte e Toritama entre outras já receberam um posto de atendimento do DETRAN e a pergunta que surgiu nos últimos dias foi, por que Jataúba não pode ter um posto do DETRAN para atender as dezenas de pessoas que utilizam os serviços toda semana, a gestão municipal tem total acesso ao governo do estado e um vereador da cidade transita todos os dias nas dependências do órgão e a pergunta que fica é a seguinte:

Qual o motivo da falta interesse? 

Porque os milhares de usuários do município tem que se deslocar para outras cidades?
Incomodou – Na última semana aconteceu em Jataúba à festa de aniversário de um comunicador local, e entre um aperitivo e outro o grilo e abelha de plantão presenciaram uma discussão feia entre um vereador e um dos diretores da Rádio Jataúba FM, o motivo foi o fato da direção da emissora está negociando um dos seus horários na grade de programação com os vereadores do grupo de oposição que se concretizando terão um programa semanal na emissora citada, o vereador não gostou nada da história e foi cobrar explicações do diretor que se irritou com a situação e o bate-boca foi grande. 

O bicho vai pegar, e olhe que ainda nem foi concretizado imagina se o tal programa de fato for ao ar.
Fumando numa telha – Informações dão conta de que o prefeito Antônio de Roque estava fumando numa telha nesta terça-feira 20, os motivos segundo a abelhinha teria sido as colocações feitas pelos debatedores do programa Debate Livre da Jataúba FM que criticaram as posturas do gestor em não valorizar a imprensa local, após ouvir as criticas o gestor não digeriu bem e chutou o balde, será porque em um passado bem próximo tudo passava despercebido e hoje a imprensa faz marcação cerrada? É bom os políticos irem se acostumando.
De alma lavada – Assim está à imprensa Jataubense depois de uma enquete realizada nesta terça dentro do programa Debate Livre, após serem questionados sobre como teriam ficado sabendo da notícia sobre a construção de 200 casas populares na cidade, os 100%, cerca de 20 ouvintes que ligaram disseram ter tomado conhecimento através da rádio e dos blogs da cidade, um verdadeiro cala-a-boca a muita gente que ignora a imprensa na cidade. 

Como diria o grande Zagalo “vão ter que nos engolir”.

Por hoje é só, mas, estamos de olho nos bastidores da política e o que for notícia o povo vai saber doa a quem doer.


Jota Silva / Agreste No Ar / Ruy Siqueira / Portal do Agreste


Nenhum comentário:

Postar um comentário