sexta-feira, 30 de junho de 2017

MP DÁ FIM A ESQUEMA DE FURTO DE DOCUMENTOS DOS DETRANS DE AL E PE
PRESOS COM DOCUMENTOS ROUBADOS DO DETRAN TERIAM OBJETIVO DE ROUBAR CARROS EM ALAGOAS, QUE SERIAM EMPLACADOS EM PERNAMBUCO (FOTO: ASCOM/MP)

Uma operação desencadeada pelo Grupo Estadual de Combate às Organizações Criminosas (Gecoc) do Ministério Público Estadual de Alagoas (MP/AL) desarmou, nesta quinta-feira (29), um grande esquema de furto de documentos de veículos do Detran/AL, roubo e receptação de carros. A ação dos criminosos acontecia entre os estados de Alagoas e Pernambuco, e foi desarticulada em parceria com a Divisão Especial de Investigações e Capturas (Deic), da Polícia Civil e o 5º Batalhão da Polícia Militar de Alagoas.

Durante a operação foram detidos os pernambucanos Haldir Golçalves da Silva Melo, Jefferson Lucas da Silva Santos e Fábio Barbosa da Rocha. Os três homens foram presos quando chegavam a Alagoas com uma grande quantidade de documentos furtados do Detran pernambucano. Com eles também foram aprendidos dois carros e R$ 1 mil em dinheiro. Haldir, inclusive, é acusado de envolvimento com um grupo de extermínio em Pernambuco.

“O objetivo da organização era roubar carros em Alagoas, que receberiam placas de veículos de Pernambuco. Era um grande esquema de clonagem que conseguimos desarticular graças ao trabalho de investigação desenvolvido por cerca de 35 dias. Foi uma ação enérgica e que ainda pode ter desdobramentos. Não poderíamos permitir que esse tipo de ação criminosa permamecesse fazendo vítimas", disse o promotor de Justiça Luiz Tenório.

Também foram detidos dois alagoanos, que foram conduzidos à sede da Deic para explicar qual a ligação que possuem com os pernambucanos, já que todos estavam juntos no momento da prisão. Os promotores responsáveis pela operação ouvirão os presos nas dependências Divisão Especial. Além disso, há uma expectativa de que mais pessoas sejam presas em Alagoas e Pernambuco nos próximos dias. 


Com informações da Comunicação do MP/AL


Nenhum comentário:

Postar um comentário