sexta-feira, 28 de julho de 2017

Em Jataúba, Prefeito Antônio de Roque (PMDB) fala sobre denúncias da oposição da construção de uma Creche, "estamos dentro da legalidade".
Após um vídeo que foi publicado nas redes sociais e matérias veiculadas nos blogs onde os vereadores de oposição Maviael de Abílio (PSD) e Zuza do Jacu (PTB) denunciam a prefeitura de Jataúba de cometer irregularidades no local onde será construída uma creche no município.

Segundo eles usarem veículos e funcionários da prefeitura de forma irregular, bem como por segundo eles não ter colocado uma placa identificando o nome da empresa, valor da obra e data de inicio e término da mesma, o prefeito Antônio de Roque (PMDB) entrou em contato com nossa redação para esclarecer a situação.
O prefeito falou que tudo que está sendo feito no local está dentro da legalidade, ele disse que os recursos já estão garantidos. 

“A contrapartida do município é entregar o terreno pronto, nivelado e aquele terreno tinha muito desnível, muita pedra e agente teve que tirar a pedra pra planear o terreno, prefeitura contratou o pessoal pra quebrar as pedras e os veículos estão fazendo a limpeza do terreno”, disse o prefeito.
Ainda segundo Antônio de Roque, a obra já era pra ter sido iniciada, porém o processo de aprontar os desníveis do terreno se prolongou além do tempo por conta da grande quantidade de pedras.

 E disse acreditar que até o dia 10 de agosto estará assinando a ordem de serviço para que a empresa que ganhou a licitação possa se instalar e iniciar as obras.
“Pediram uma placa no local, mas, eu só posso colocar uma placa quando assinar a ordem de serviço, quando eu assinar, aí sim, vai ter uma placa lá indicando o valor da obra e a data de início e término dela, podem acionar ministério público o que quiser, pois, não tem nenhuma irregularidade, inclusive lá no site do ministério, o FNDE vai dizer que a contrapartida do município é entregar o terreno em condições de construir”, Falou prefeito Antônio de Roque.
De acordo com o prefeito essa é mais uma questão meramente política, mas, que segundo ele não irá atrapalhar o andamento das obras, o prefeito ainda falou que escola do local também se deu por conta das dimensões do terreno exigidas pelo ministério que é 35x45.

Jota Silva / Agreste No Ar


Nenhum comentário:

Postar um comentário