sexta-feira, 28 de julho de 2017

"Só sabem criticar, deveriam procurar benefícios para a população de Jataúba" diz vereador Jackson sobre denúncias da oposição
Nesta quinta-feira o vereador líder da bancada de situação na câmara de Jataúba Jackson Galego (PSB) participou do programa Debate Livre na Jataúba FM.

 Jackson rebateu as denúncias dos vereadores de oposição quando as irregularidades apontadas pelos mesmos na construção da creche e disse acreditar que os mesmos estão querendo paralisar a obra como fizeram com o posto de saúde da Cohabinha outrora.

Jackson criticou a postura dos oposicionistas e disse que os mesmos só sabem criticar ao invés de buscar parcerias e melhorias para o município, segundo Jackson tudo que está sendo feito está dentro da legalidade.
 “Falaram que as máquinas do PAC, caminhão da prefeitura e funcionários da prefeitura estavam trabalhando no local, o que é que tem de errado nisso? A prefeitura tem que entregar a firma que ganhou a licitação o terreno plano, o que é que tem ter colocado funcionários e máquinas pra trabalhar”,destacou Jackson em tom de desabafo.

Jackson falou das condições dos alunos na Passagem do Tó e disse que fica envergonhado com a situação, pois, segundo ele o município está procurando os recursos junto ao ministério para a construção de uma escola na localidade e cobrou dos vereadores de oposição que são aliados do ministro Mendonça Filho que façam essa cobrança, o que segundo ele seria um marco para o grupo de oposição e disse que o prefeito do município teria o maior pra de inaugurar a obra junto com os vereadores e dizer que os mesmo tinham conseguido a mesma.

Jackson mais uma vez se colocou a disposição da população e disse que não são essas denuncias que irão fazer o grupo baixar a cabeça e parar de trabalhar pela população, segundo o vereador a oposição tenta levar tudo pra justiça achando que irá prejudicar a gestão pública do município e não percebem que quem mais sai prejudicado no meio de tudo isso é a população Jataubense.


Jota Silva / Agreste No AR


Nenhum comentário:

Postar um comentário