quarta-feira, 30 de agosto de 2017

Governador Paulo Câmara fala sobre situação de Fernando Bezerra Coelho dentro do PSB
No mesmo momento em que o senador Fernando Bezerra Coelho (PSB) discursava em Caruaru, juntos com os ministros do Governo Michel Temer e do também senador Armando Monteiro Neto (PTB), durante entrega de 2.400 casas do Minha Casa Minha Vida, o governador Paulo Câmara (PSB) se dedicava a agenda administrativa ao lado dos aliados, entretanto, não se furtou em falar sobre a situação do senador Fernando Bezerra Coelho dentro do PSB.

Na iminência de perder o apoio de Fernando Coelho, um aliado estratégico para seu projeto de reeleição, o gestor ratificou que deseja a permanência do grupo do correligionário na Frente Popular de Pernambuco. "São as opções. Evidentemente, desejamos o PSB cada vez mais unido, com participação de todo o grupo político do senador Fernando Bezerra Coelho, mas isso é a dinâmica da política. Espero que se resolva, mas, se também não for possível, cada um tem que maturar, pensar e ver o que é melhor para cada um", ponderou.

O gestor deu a declaração após entrega do Prêmio IDEPE (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica de Pernambuco), no Palácio do Campo das Princesas. O gestor estava ao lado do vice-governador Raul Henry (PMDB), que é considerado um aliado prioritário na administração estadual. O partido de Henry, o PMDB, seria um dos principais alvos do grupo de Bezerra Coelho, que articula tomar o partido para si junto ao comando nacional da agremiação. O vice-governador nega a hipótese com veemência.


Direto ao Ponto


Nenhum comentário:

Postar um comentário