sexta-feira, 11 de agosto de 2017

Jataúba; Em mais uma sessão quente, vereador chama prefeito de "mentiroso", vereadores de "fantoche" e critica postura de parte da imprensa local
Nesta quinta-feira 10 aconteceu na cidade de Jataúba mais uma reunião na câmara de vereadores onde foi apresentado um projeto de lei do poder executivo para aprovação da lei orçamentária para o ano de 2018, também foi apresentado um projeto de lei de autoria do vereador Zuza do Jacú que institui nome de Rua Bias de Freitas no Bairro Bom Jesus esse aprovado por unanimidade.

Ainda durante a sessão foi apresentado um requerimento pela bancada de oposição que visa a abertura de uma CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito), para apurar possíveis superfaturamentos na compra de pneus e câmaras de ar, bem como a quantidade de caminhões pipas que foram pagos durante o mês de Janeiro do ano corrente, esse que obteve 5 votos contrários e 4 favoráveis, sendo aprovado uma vez que carecia somente da assinatura de 1/3 para sua aprovação, sendo assim o presidente Paulo Floriano falou que o mesmo será analisado pelo jurídico e em seguida serão indicados os membros da comissão.
Faltaram a sessão os vereadores Jackson Galego (PSB) e Luzimário (PTB), dentre os demais alguns deles fizeram uso da tribuna como vamos conferir no resumo a seguir.

Zuza do Jacú – O vereador disse se sentir envergonhado em ser um representante do povo, pois, as condições das estradas do município para ele estão uma vergonha, ele ainda falou que tentado criar uma polêmica pelo fato dos vereadores de oposição terem ido até o local onde será construída uma creche para fiscalizar, Zuza classificou a empresa responsável pela obra como frajuta por ter condições de fazer uma simples base no terreno.

Ele parabenizou o presidente Paulo Floriano pelo modo como está conduzindo a casa, porém, questionou onde estaria um dos veículos da câmara, diante da resposta do ex-presidente Antônio Biloza de que o veículo estava quebrado e encostado em uma garagem há 6 meses, Zuza disse ter em mãos um empenho do mês de abril onde aponta pagamentos de combustíveis para o mesmo e pediu explicações, “se o carro tá parado esse tempo todo, como se explica esse empenho?”, perguntou o vereador que disse está investigando outros gastos da câmara.
Firoca (PTB) – Falou sobre a importância da instalação da CPI e disse tudo será investigado e não deve não teme, parabenizou o presidente Paulo Floriano pela realização do concurso público e disse que essa será a porta para muitos jovens, ele criticou as condições das estradas do município e disse já teria dado tempo de se resolver o impasse com tratorista, Firoca disse que foi visitar uma escola do município depois de algumas denúncias e o que viu foi uma quantidade de merenda muito pequena para a quantidade de alunos.

Firoca criticou as condições dos banheiros públicos e disse ser uma vergonha para o município e que providências tem que serem tomadas, ele ainda cobrou a perfuração de mais poços artesianos no município para atender a população, pois, segundo ele até mesmo o que existe na cidade está sem funcionar por problemas na bomba.
Maviael – Falou sobre as visitas que fez junto com o vereador Firoca na escola Antônio Vieira e nos banheiros públicos, o vereador disse ter recebido várias denúncias com relação à merenda disse que a informação repassada na escola foi que a quantidade que tinha era pra todo o mês, porém, segundo ele só dá pra uma semana o que para ele precisa ser explicado pelo fato do município ter disponível aproximadamente 140 mil reais por mês para a merenda. “Quem tem coragem de tirar o pão da boca de uma criança é capaz de fazer tudo”, disse o vereador.

Maviael ainda criticou as condições dos banheiros públicos e falou sobre o aumento dos preços dos alvarás, questionando o porquê dos impostos não estarem sendo revertidos em benefícios para a população. O vereador ainda criticou a postura dos vereadores de situação, pois, segundo ele, no momento da votação do requerimento para a instalação da CPI todos ficaram olhando um para o outro, e no momento que o vereador Antônio Biloza se levantou, todos os outros também ficaram de pé votando contra o mesmo e disparou:“Eu não sou fantoche pra falar e fazer o que os outros mandam não”, disse Maviael.

O vereador ainda criticou a postura de parte da imprensa local dizendo que tem pessoas que são puxa sacos e fica defendo a gestão dizendo que os vereadores estão errados pela maneira que estão fiscalizando, segundo ele, tem uns fanáticos dizendo que os vereadores tem que ir atrás de obras, porém, ressaltou que a obrigação é do prefeito e que o papel deles é fiscalizar. “Hoje eu não tenho um deputado pra pedir nada, e outra, na rádio Jataúba Fm ficam tentado passar uma imagem de desunião no nosso grupo e abafam as coisas da situação, mas, o povo tá vendo e entendendo tudo”, destacou.

Ele ainda questionou o embargo da obra dos famosos muros do loteamento Bom Jesus e disse que só ocorreu isso pelo fato do prefeito não ter respeitado a câmara de vereadores, ele disse que o prefeito mentiu na rádio quando participou por telefone quanto à finalidade da obra e disse não entender como simples muro custou pouco mais de 72 mil reais, e uma creche irá custar 193 mil para o município.
Veinho – O vereador rebateu as críticas de Maviael e disse: “Assim como vossa excelência é grupo eu também sou e estou aqui pra defender o meu grupo”, Veinho ressaltou que é um direito e um dever de todos fiscalizar e cobrar desde que não venha a prejudicar a população, e citou como exemplo o fechamento do matadouro público.

Com relação à creche disse que todos deveriam se unir em torno da obra pois a mesma irá gerar muitos empregos e beneficiar as mães de família do município, Veinho ainda disse que se a obra for embargada por causa das denúncias dos vereadores de oposição o mesmo irá pra rádio e vai botar carros de som na rua pra mostrar a população o mal que os mesmos estão fazendo ao município, ele ainda destacou que há 20 anos vem lutando pela mesma.
Paulo Floriano – O vereador parabenizou os vereadores de oposição por estarem fiscalizando e disse que tem procurado administrar com responsabilidade, Paulo disse que assumiu a casa sem 1 real sequer em caixa, porém, com as economias já tem caixa pra trocar a frota de carros da câmara. 


Sobre a viagem dos vereadores à Brasília disse que foram a convite do presidente da UVB (União dos vereadores do Brasil), e lá se encontrou com o vice-prefeito Jackson Buraco e o secretário de governo Osvaldinho onde juntos foram até o gabinete do ministro Bruno Araújo onde trataram sobre o projeto Minha Casa, Minha Vida do governo federal, e disse que se no ano que vem for convidado irá novamente com outros vereadores.

Os demais vereadores não fizeram uso da palavra e a próxima reunião ficou marcada para o dia 21 de agosto, segunda-feira às 20 horas.


Jota Silva / Agreste No Ar


APOIO CULTURAL

Nenhum comentário:

Postar um comentário