sábado, 5 de agosto de 2017

POLÍCIA CIVIL ACREDITA QUE CADÁVER FOI DESOVADO NA ZONA RURAL DE SANTA CRUZ DO CAPIBARIBE-PE

 
Na noite desta sexta-feira, 04 de agosto, policiais civis da delegacia de plantão da Capital da Moda foram até o sítio Tanquinho, zona rural de Santa Cruz do Capibaribe – no Agreste de Pernambuco, para realizar o levantamento cadavérico e lá puderam observar que possivelmente o corpo que foi encontrado trata-se de uma desova.
De acordo com informações, em baixo do cadáver foi encontrado um pedaço de plástico sujo de sangue, possivelmente ele possa ter sido arrastado e deixado ali naquela localidade.
 

Familiares compareceram a Delegacia de Polícia de Santa Cruz do Capibaribe, no Agreste do Estado, onde reconheceram o corpo como sendo do jovem Caio Gustavo Gama de Soares, de 25 anos de idade, o qual residia na Capital das Confecções.
 
O rapaz já teve várias passagens pela justiça, inclusive, a última prisão aconteceu no município de Limoeiro, onde o mesmo foi flagrado com uma F4000 roubada, na oportunidade, o seu comparsa foi morto durante um confronto com a Polícia Militar, já Caio Gustavo foi apresentado na audiência de custodia e foi liberado.
De acordo com familiares, Caio foi visto pela última vez na quinta-feira, onde recebeu um telefonema e saiu de sua residência e não retornou. O reconhecimento foi possível graças às vestes que a vítima estava trajando, já que o rapaz usava uma cueca que inclusive é da marca de seu irmão.
 
Após o auto de reconhecimento por parte dos familiares, o corpo foi encaminhado para o Instituto de Medicina Legal (IML) da cidade de Recife.


 Blog Agreste Notícia


Nenhum comentário:

Postar um comentário