quinta-feira, 17 de agosto de 2017

Troca de tiros deixa quatro elementos mortos e um ferido 
Quatro homens morreram e um ficou ferido em uma troca de tiros ocorrida no começo da manhã desta quarta-feira 16 de agosto de 2017,, em trecho da Rua José Afonso de Farias Mello Neto, nas proximidades da Feirinha do Tabuleiro do Martins, parte alta de Maceió. Os suspeitos integravam uma quadrilha envolvida em assaltos a residências e estabelecimentos comerciais. 
Suspeitos estavam em uma Amarok de cor prata (Foto: Arquivo Pessoal)
De acordo com informações do delegado de Roubos da Capital, Thiago Prado, a polícia vinha monitorando, há três meses, um grupo de cinco homens em um veículo Hilux prata, suspeito de cometer assaltos. Durante a madrugada, o bando foi flagrado pela polícia, mas percebeu a aproximação da viatura e empreendeu fuga.
Durante a perseguição, os assaltantes colidiram em três veículos - dois carros e uma motocicleta -, e atropelaram um motociclista. Os autores trocaram tiros com a polícia, que revidou à ação.

 Três deles morreram na hora e outros dois ficaram feridos, sendo socorridos até o Hospital Geral do Estado (HGE), no Trapiche da Barra. Já na unidade, mais um não resistiu aos ferimentos e veio a óbito, enquanto o outro se encontra em estado gravíssimo, na área vermelha.
"A perseguição começou na Santa Amélia e a troca de tiros ocorreu próximo à Feirinha do Tabuleiro. A ação contou com agentes da Delegacia de Roubos e militares do Batalhão de Polícia de Eventos [BPE]", disse o delegado, informando que armas de fogo foram apreendidas. nomes dos elementos Alexsandro Soares da Silva, 27 anos; Samuel Rodrigo Santos da Silva, 30 anos; Wortington Pereira de Lima, 31 anos e Jamerson José Guimaraes da Silva, 22, foram os mortos.
Um quinto suspeito, Wallysson Henrique da Silva Cesar, 22, está em estado gravíssimo, sedado e respirando com ajuda de aparelhos.
No início desta manhã, os moradores da região foram despertados pela quantidade de tiros disparados. Suspeita-se que quase 100 foram efetuados no confronto entre os suspeitos e a polícia.

Agreste em Alerta


Nenhum comentário:

Postar um comentário