segunda-feira, 4 de setembro de 2017

 Prefeitura de Santa Cruz do Capibaribe-PE, pretende gastar R$ 84 mil com locação de imóvel que pode ter avançado em área pública

No detalhe em vermelho local onde deveria ter continuidade a rua – Foto: Ney Lima (Drone)

A Prefeitura de Santa Cruz do Capibaribe realizou um contrato, com dispensa de licitação, no valor de R$ 84 mil para locação de um imóvel na Rua Elias Ferreira do Nascimento, Nº 13, Bairro Dona Dom. A informação consta no diário oficial da última quinta-feira (31).

No imóvel, pertencente a tradicional família Neves, deverá funcionar a Secretaria de Desenvolvimento Urbano. O local é o mesmo que abrigou o Centro Educacional Professor Severino Domingos do Nascimento Neto, na gestão anterior do prefeito Edson Vieira (PSDB).


Reforma embargada

Local já abrigou Centro Infantil. Edificações vizinhas também podem estar irregulares

Um detalhe controverso é que uma obra de reforma e ampliação do imóvel neste momento encontra-se embargada pelo próprio município. Donos de lotes nas proximidades questionam que uma parte da construção teria sido edificada em área pública.

Mesmo com a sinalização de que a obra está interditada, no momento em que nossa equipe passava pelo local, neste domingo (02), observou-se haviam operários trabalhando no imóvel. Eles afirmaram que estavam retirando entulho, mas foi observado pela equipe que havia cimento fresco no local e que os operários trabalhavam na parte da cobertura onde estaria sendo edificada a ampliação do prédio.

Sobre a interdição, o Blog entrou em contato com o secretário de serviços públicos, Gilson Julião, que explicou que a embargo diz respeito apenas a parte de ampliação da construção, que aguardava regularização de autorizações.
Prefeitura silencia sobre contrato - Na quinta-feira (31), este Blog enviou e-mails e fez contatos via WhatsApp com a assessoria de imprensa da Prefeitura, questionando o valor mensal da locação, já que o valor de R$ 84 mil é o custo global da licitação. Até a publicação desta matéria, e apensar da nossa insistência, nenhuma resposta foi enviada.
Prefeitura não detalhou valor mensal do aluguel – Reprodução: Diário Oficial de quinta-feira (31)

Ney Lima

Nenhum comentário:

Postar um comentário