quarta-feira, 20 de setembro de 2017

Motocicletas apreendidas supostamente enviadas à leilão divide opiniões em Santa Cruz do Capibaribe-PE

Uma imagem de dezenas de motocicletas em um caminhão modelo 'cegonha' está dividindo opiniões no município de Santa Cruz do Capibaribe. As motocicletas são veículos apreendidos em ocorrências que estariam sendo supostamente encaminhadas para um leilão público.

A nossa equipe de reportagem entrou em contato com o Departamento Estadual de Trânsito de Pernambuco (DETRAN-PE) que informou não ter conhecimento do caso. De toda forma o órgão ressaltou que só são encaminhados para leilões veículos cujo os proprietários não os procuram.

Entenda como funciona - Veículos apreendidos podem ir a leilão aproximadamente em um prazo de 90 dias. Muitas vezes os carros e motos apreendidos são por causa de dividas que não compensam pagar porque essas dívidas podem ser até mesmo maiores do que o valor do veículo, sendo assim o carro é leiloado por um valor que quite o debito que tem com a justiça.

O dinheiro arrecadado com o leilão dos veículos vai ser destinado a dividas como, por exemplo, guincho, multas, com o próprio leilão entre outras séries de problemas que o carro pode ter. Lembrando que apenas os veículos que tem passagem pela polícia como, por exemplo, em caso de furto não poderão ser leiloados afinal o dono do veículo terá de ir buscá-lo e ele decidirá o que vai querer fazer com seu bem, pois ele não foi preso por irregularidades que o dono tinha e sim por estar sendo usado por terceiros sem autorização.



Bruno Muniz


Nenhum comentário:

Postar um comentário