terça-feira, 19 de setembro de 2017

Três pessoas são assassinadas em poucas horas em Caruaru-PE
A segunda-feira (18), começou sangrenta com o registro de um crime de morte em Caruaru, o fato ocorreu em frente a Chácara Paraíso, na estrada do Sítio Chique-Chique, próximo a Vila Andorinha e teve como vítima, Marivaldo de Freitas da Silva, de 18 anos, que morava na Rua Quipapá, no Loteamento Demóstenes Veras.
O Sargento Edivaldo, informou que o jovem estava num campo de várzea na tarde do domingo, quando foi abordado por elementos em um veículo que o colocaram dentro do carro e se evadiram e desde então ele estava desaparecido e foi encontrado crivado de bala. 

Segundo o pai ele vivia cometendo vários delitos e mesmo o pai o aconselhando para sair dessa vida e ele nunca deu ouvidos.
O segundo crime de morte dessa segunda-feira (18), foi cometido na Rua Francisco Lisboa, no bairro João Mota, a 200 metros do viaduto que liga o João Mota ao Centenário e pelas características se tratou de um latrocínio e teve como vítima, Adeildo Ferreira da Silva, conhecido por “Cabeludo” de 49 anos, que morava no Sítio Jacaré de Gonçalves Ferreira.
O Soldado Cardoso, disse que o mesmo trabalhava numa fábrica de galpões pró moldados, que estava indo para o trabalho guiando a sua moto e no trajeto foi abordado por dois indivíduos numa moto XRE 300 vinho, placa PFG-7282, que após matarem a vítima, na fuga caíram da moto, a abandonaram com uma bolsa e fugiram a pé. 

O proprietário da moto compareceu no local e disse que teve a mesma tomada de assalto ontem pela manhã.
O terceiro assassinato da manhã desta segunda (18), ocorreu por volta das 10 horas, na Rua Estrada de Lagoa de Pedra, no Loteamento Hozana, ao lado do muro do Aeroporto Oscar Laranjeiras e teve como vítima, o ex-presidiário, Alexsandro da Silva, vulgo “Nego Alex” de 29 anos, que morava no bairro José Carlos de Oliveira.
O perito criminal, Dr. Cleomacio Miguel, disse que a vítima trafegava na sua moto sentido periferia cidade, quando foi abordado pelos algozes, o mesmo ainda pulou da moto e saiu correndo, mas foi alcançado e morto a tiros.
O delegado chefe da 3ª Divisão de Homicídios, Dr. Bruno Vital, informou que a vítima já teve passagem pelo sistema prisional pelo crime de tráfico de drogas, mas toda a sua vida está sendo checada, inclusive se ainda continuava transgredindo a lei.

Este foi 14º do mês de setembro e o 207º do ano de 2017. Os corpos das vitimas foram todos encaminhados para o IML local.


Com informações do Blog do Adielson Galvão.


Nenhum comentário:

Postar um comentário