quarta-feira, 4 de outubro de 2017

Após críticas nas redes sociais, TJPE decide cancelar compra de 60 celulares
O Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE) decidiu cancelar o pregão eletrônico (nº 91/2017) que iria adquirir 60 aparelhos celulares tipo smartphones para magistrados. A decisão aconteceu após a instituição receber, na última semana, críticas nas redes sociais em que os internautas julgaram ser desnecessária a aquisição dos aparelhos.

O pregão, que é uma medida licitatória utilizada pelo governo para contratar bens e serviços, estava previsto para acontecer às 11h da próxima quinta-feira (05) e custaria cerca de R$ 258.749,00 aos cofres da Justiça. Lançado há oito dias, em 21 de setembro, o edital trazia algumas especificações mínimas para os aparelhos, como tela de tamanho 5,5 polegadas, câmera primária frontal de 5 MP e câmera secundária traseira de 12 MP.

Em nota enviada à imprensa, o TJPE disse que “as críticas enviadas ao judiciário foram construtivas” e reconheceu “a não razoabilidade da aquisição do material previsto no pregão eletrônico”. Na nota, o tribunal ainda “reafirma o compromisso com a sociedade de ser um Poder transparente e atento às demandas sociais, voltado à prestação de justiça rápida, um direito do cidadão”.


Ney Lima


Nenhum comentário:

Postar um comentário