domingo, 1 de outubro de 2017

Edson Vieira (PSDB) fala de possível retaliação do estado e relação política com o deputado Diogo Moraes (PSB)
Em entrevista concedida ao Blog, durante confraternização com aliados políticos, nessa sexta-feira (29), o prefeito de Santa Cruz do Capibaribe, Edson Vieira (PSDB), falou da visita do senador Fernando Bezerra Coelho (PMDB) ao município, cobranças ao governo do estado e sua relação com o deputado Diogo Moraes (PSB).

Nos últimos meses, os bastidores políticos apontam para um afastamento entre Edson e Diogo. As articulações partidárias no estado, possibilitando desintegração da Frente Popular de Pernambuco, vitoriosa no pleito de 2014, reforçam a ideia.

No entanto, o prefeito garante que não existe qualquer problema com o deputado, afirmando, mais uma vez, que o socialista ‘é o seu deputado estadual’ e ‘o representante do grupo na Alepe’.

Edson ressalta porém que, ‘às vezes pode haver um pensamento diferente, algo normal numa conjuntura política’.

Visita do senador - Edson considerou uma visita importante, ressaltando o poder de articulação de Fernando Bezerra Coelho (PMDB). Destaca que votou e apoiou o senador em 14, e que ele pode possibilitar recursos em Brasília, para Santa Cruz e Região.
Cortes e retaliações - Ex-aliado de Paulo Câmara, Fernando Bezerra se mostra disposto a disputar o próximo pleito contra o governador. Edson Vieira diz não ver problema na aproximação com o senador, já que também esteve no mesmo palanque em 2014, dizendo não temer retaliações, por parte do estado.

Mas à frente, no entanto, Edson fala de corte nos ‘últimos meses e anos’, citando insegurança e parcelas atrasadas do FEM (Fundo Estadual de Apoio ao Desenvolvimento Municipal).
“Sobre essa questão de ser ou não prejudicado, não sei até que ponto. Por que as coisas estão andando, estão caminhando. As dificuldades são plenas, a população tá vendo, eu tenho pedido. Espero que o estado possa ajudar, independentemente de qualquer questão”, diz, para completar mais à frente, com um questionamento “Se for retaliar, mais o quê?”.

Desencontro… Na confraternização Diogo Moraes chegou à residência do prefeito, pouco tempo depois da saída de Fernando Bezerra Coelho. O deputado participou, com demais políticos, da procissão dos padroeiros Bom Jesus dos Aflitos e São Miguel.

Confira a entrevista com o prefeito, na íntegra clicando (AQUI).


Informações Ney Lima


APOIO CULTURAL

Nenhum comentário:

Postar um comentário