quarta-feira, 11 de outubro de 2017

Homem é preso após tentar estuprar criança de 11 anos no Centro de Santa Cruz Do Capibaribe-PE

Na tarde desta terça-feira (10), a Polícia Militar realizou a prisão de um homem de 55 anos de idade por tentativa de estupro contra uma criança de 11 anos. O fato aconteceu próximo a uma escola na Avenida 29 de Dezembro, Centro de Santa Cruz do Capibaribe.
Segundo informações, policiais militares receberam denúncias de que um homem estaria tentando estuprar uma criança. Ao chegar no local, o efetivo tomou conhecimento de que por volta das 11h45, o acusado Aílton Pereira Diniz (55 anos) teria corrido atrás da vítima na tentativa de abusá-la, após ela sair da escola para se dirigir até a sua casa, que ao perceber a presença do acusado, a vítima retornou correndo para dentro da escola e minutos depois, seguido para a sua residência.
Chegando em sua casa, a criança em estado de choque teria relatado para a sua mãe, que passou mal e foi socorrida para o Hospital Municipal de Santa Cruz. A irmã da vítima após ouvir o ocorrido, de imediato procurou a promotoria do município, que acionou a Polícia Militar e pediu para que o efetivo se dirigisse até o imóvel do acusado, onde acabou sendo preso.
Na casa da vítima, a criança se encontrava com alguns ferimentos na perna, que segundo familiares, ela teria se machucado ao cair, quando tentava correr do acusado há quase um mês. Vizinhos do acusado relataram ao efetivo de que ele por diversas vezes foi visto se masturbando em sua porta ao visualizar crianças passando pela rua.
Os policiais receberam a informação de que Aílton Pereira Diniz, já possuía três boletins de ocorrência contra a mesma vítima, sendo que o primeiro foi em 2013, quando a criança tinha 8 anos de idade. Outro boletim contra Aílton também foi encontrado, sendo este de uma criança pertencente a sua própria família e que teria ocorrido há pouco tempo, quando ele foi acusado de ter tocado as partes intimas dessa outra criança.
Diante das informações, a vítima ficou sob cuidados de um psicólogo devido a situação. Já o acusado e testemunhas foram conduzidos para a delegacia de polícia local.

Informações Ney Lima / Foto: Gilson Fernandes


POLÍCIA MILITAR DE PERNAMBUCO

Nenhum comentário:

Postar um comentário