sexta-feira, 20 de outubro de 2017

"O senhor parece mais um palhaço quando está na tribuna" dispara vereador em mais uma sessão marcada por trocas de farpas entre os vereadores na cidade de Jataúba-PE
Resultado de imagem para camara de jataúba

Nesta quinta-feira 19 aconteceu mais uma reunião ordinária na câmara de vereadores da cidade de Jataúba, a sessão ocorreu dentro da normalidade com falta de vereador que não foi justificada pela mesa diretora já que não compareceu o vereador Firoca (PTB), vereadores que não se pronunciaram e as já recorrentes trocas de farpas entre os vereadores durante o uso da tribuna, que protagonizaram gritos e risadas do publico que acompanhou a sessão na galeria da casa Inácio Viterbo de Araújo.

Confira o resumo:
Luzimário (PTB) – Falou mais uma vez sobre o dessalinizador da Passagem do Tó e disse lamentar, pois, o mesmo sem funcionar prejudica a população e se dispôs a assim que resolverem o problema do débito com a Celpe o mesmo passar a tomar conta do chafariz.


 Quanto à polêmica das cirurgias disse que nenhum médico faz cirurgias sem pedir exames e falou o nome de 13 pessoas que o mesmo levou para serem cirurgiadas no período de outubro do ano passado a outubro desse ano.

Segundo o vereador algumas das pessoas citadas fizeram as cirurgias grátis e em outros casos o mesmo conseguiu descontos na média de 50% nos valores das cirurgias, o vereador disse que tem feito esse trabalho pelo povo e que já tem mais 28 pessoas com cirurgias marcadas para fazer tudo de graça, e criticou a postura do vereador Veinho por tecer críticas ao trabalho que o mesmo vem fazendo.

Veinho (PMDB) – Parabenizou a guarda comunitária pelo trabalho que vem realizando no município e pediu que a população tenha mais compreensão e ajudem os mesmos para que o trabalho não pare, pois, os mesmos não tem salário fixo e dependem da ajuda do povo, segundo o vereador o prefeito ainda não arrumou recursos para legalizar os mesmos e lamentou, pois, segundo Veinho apenas 6 dos 11 vereadores colaboram com a guarda.

Veinho chamou o vereador Luzimário de mentiroso por falar que levou 385 pessoas pra fazer cirurgias e disse que aposta com o mesmo. “Eu digo que é mentira sua, o senhor pode ter levado alguns mais 300 não, eu não acoberto nem concordo com mentira de político”, disse Veinho.

 Se referindo ao vereador Maviael disse que o mesmo o chama de bobo da corte pelo fato do mesmo não concordar com ele e disparou: “Eu tô aqui pra botar pegado em você os quatro anos até a próxima eleição”. E disse que com a história de CPI Maviael tá prejudicando a população que precisa de água e o prefeito não pode dar pelo fato de está sendo investigado e disse que quem precisar de água procure Maviael.

Em outro ponto Veinho disse a Maviael: “Você fiscaliza o prefeito e eu fiscalizo o prefeito e o senhor”. Finalizando o seu discurso Veinho mais uma vez bateu pesado no vereador Maviael e disse: “O único palhaço que tem aqui é o senhor, aqui ninguém é besta não, o senhor aqui vai chupar é uma manga”, declarou e disse que ano que vem quando Maviael sair nas casas pedindo votos pra seu deputado no ano que vem, muitos irão perguntar a ele: Cadê a água que o senhor empatou o prefeito de dar? Declarou o vereador Veinho.

Zuza (PTB) – Parabenizou o vereador Luzimário pelo trabalho que tem feito e pela ajuda que tem dado as pessoas com relação às cirurgias. Quanto a CPI, disse que a mesma não atrapalha em nada e sim ajuda o povo, a saber, o que está sendo feito por debaixo dos panos, Zuza disse que tudo o que é de ruim e que o prefeito não tem a capacidade de fazer o mesmo fica colocando a culpa nos vereadores de oposição, porém, relatou que os mesmos estão esclarecendo tudo a população.

O vereador lamentou o que ocorreu no senado federal e teceu críticas em especial ao senador Fernando Bezerra Coelho que votou favorável a Aércio Neves, Zuza citou que o mesmo foi o senador mais votado em Jataúba nas eleições passadas e que o povo Jataubense deve prestar bem atenção na hora de votar. Quanto à guarda comunitária o vereador disse que está tranquilo e que como o vereador Veinho se intitula o pai da guarda deveria cobrar do prefeito que legalize a mesma, pois, a segurança é uma responsabilidade do estado e do município.

Jackson Galego (PSB) – Criticou a postura dos senadores que votaram favoráveis a Aércio Neves e disse que não defende partido nenhum, nem mesmo o seu, pois, segundo ele todos meteram a mão no dinheiro público, Jackson disse que todos os presidentes só governam através de acordos de gente safado que não é homem e disse que na câmara federal e no senado não se escapa um sequer.

Sobre o chafariz da Passagem do Tó disse ao vereador Luzimário que a prefeitura nem pode, nem deve pagar a conta e que o mesmo também não pode pagar sozinho, Jackson propôs que os 11 vereadores se unam e paguem a dívida e disse que não pode passar o mesmo pra responsabilidade de ninguém e que se o vereador quiser tomar conta tem que solicitar ao governo do estado através da secretaria de agricultura.

Galego disse que esteve no Banco do Brasil e que o mesmo irá de fato fechar, segundo ele a partir desta segunda mais alguns serviços que estavam sendo feitos na agência serão reduzidos e garantiu que não faltaram esforços dos 11 vereadores e do prefeito do município para que a agência não fechasse no município. 

Segundo ele o banco fechará definitivamente em 30 de dezembro e que o Bradesco e a Caixa Econômica estão se interessando em abrir uma agência no município e que a partir dessa definição até mesmo os pagamentos da prefeitura serão feitos através da agência que vier para o município.
Maviael (PSD) – O vereador falou mais uma vez sobre a construção da creche e lembrou que quando foram feitas algumas cobranças em julho desse ano houve o maior alvoroço e o prefeito teria dito que em 10 dias a empresa assumiria a obra e seria colocada a placa no local com o nome da empresa e o valor da obra, bem como a data de início e término da mesma, e que já está no mês de outubro e não existe placa no local e que alguns dos funcionários que estão trabalhando no local são da prefeitura, o vereador disse que não quer paralisar a obra, mas, irá entrar com uma ação e a justiça irá definir se as coisas estão sendo feitas de maneira correta.

Maviael exigiu do presidente da casa que o vereador Veinho trate os demais vereadores de Vossa Excelência e não de você e disse que o vereador Veinho está parecendo ''um palhaço'' quando usa a tribuna, pois, só faz o povo que está na galeria da casa e até os que estão em casa ouvindo rirem, e pediu que o mesmo trouxesse uma relação dos benefícios que ele tem feito pelo povo, segundo ele Veinho só vai pra câmara defender o prefeito.

 Por fim criticou o senador Fernando Bezerra Coelho e o governador Paulo Câmara e disse que ano que vem os mesmos irão bater nas portas do povo pedindo votos e o povo deve dar a resposta.

O vereador disse que o povo está ansioso e ele também para que se iniciem os trabalhos da CPI e disse que tem certeza que irá fazer parte da mesma.

Paulo Floriano (PMDB) – Disse que esteve reunido na casa do prefeito com um superintendente do Banco do Brasil e que ficou muito triste com a notícia de que o mesmo irá fechar as portas em Jataúba, Paulo disse que questionou o superintendente e o mesmo disse que não nenhuma possibilidade do Banco ser reaberto e que os trabalhos serão encerrados no município no dia 20 de dezembro e que depois disto as contas da agência irão migrar para a agência de Brejo da Madre de Deus.

Paulo disse que segundo o prefeito Antônio de Roque há uma grande possibilidade de o Banco Bradesco instalar uma agência no município já que a Caixa Econômica não abrirá por também pertencer ao governo federal. O vereador lamentou o que aconteceu na votação em torno de Aércio Neves e disse que o mesmo deveria está preso, Paulo disse que não defende nenhum partido, pois, todos são ladrões e que nenhum merece o voto da população Jataubense.

Os demais vereadores não se pronunciaram e a próxima reunião ficou marcada para o dia 30 de outubro às 20 horas.


Jota Silva / Agreste No Ar


Nenhum comentário:

Postar um comentário