terça-feira, 31 de outubro de 2017

“Quem é o professor Arnaldo pra dizer se eu estou certo ou errado”? Dispara vereador em mais uma sessão na câmara de vereadores de Jataúba

Fotos: Jataúba FM


Nesta segunda-feira 30 aconteceu na câmara de vereadores da cidade de Jataúba mais uma reunião ordinária e finalmente o mistério em torno da composição da CPI acabou, sem a decisão de uma liminar impetrada pelo vereador Jackson Galego (PSB) o presidente da casa Paulo Floriano (PMDB) disse que baseado no regimento interno e na lei orgânica a vaga restante era proporcional ao partido, portanto do PTB, os vereadores do PTB não manifestaram desejo de participar e o presidente pediu que quem desejasse participar se manifestasse para que o plenário decidisse.

Nesse momento o vereador Maviael se colocou para participar e quando o vereador Veinho estava para disputar a vaga com o mesmo, o vereador Zuza do (PTB) mudou de ideia e aceitou fazer parte da comissão que além dele terá os vereadores Zito Lopes (PSDB) e Antônio Biloza (PMDB), com o presidente disse que na próxima reunião irá marcar uma data para que seja feita uma votação entre os três para definir as posições de cada um na comissão devendo assim relatoria e presidência ficar entre Zito e Biloza.

No uso da tribuna os vereadores foram mais comedidos após serem orientados pelo presidente da casa para que houvesse mais respeito entre os parlamentares no momento em que estivessem na tribuna. 

A exceção foi o vereador Jackson Galego (PSB) que rebatendo criticas do professor Arnaldo Cicero Marques no programa debate livre soltou o verbo e bateu pesado no professor, todos os onze vereadores estiveram presentes na sessão.

Confira o resumo:

Maviael (PSD) – O vereador disse não entender o porquê de tanto medo de que o mesmo participe da CPI e disse que o presidente da casa vem fazendo manobras pra ganhar tempo desde o início do processo, segundo ele da mesma forma que tem os acordos e jogo político em Brasília para livrar o presidente da república também acontece em Jataúba para livrar a cara do prefeito. 

Maviael disse que vai está junto do vereador Zuza o ajudando nas investigações e em se comprovando as irregularidades além do relatório apresentado na câmara os mesmos irão representar junto ao Ministério Público para que quem dever seja punido.

Mais uma vez Maviael denunciou as péssimas condições em que se encontram os banheiros públicos e disse que nada mudou desde que o mesmo fez uma denúncia em vídeo há alguns meses atrás, segundo o vereador, muitas das vezes faltos até material de limpeza para que as pessoas que cuidam do local façam a limpeza e cobrou providências da prefeitura municipal.

Jackson Galego (PSB) – O vereador disse está feliz por finalmente a comissão da CPI ter sido formada, porém, ao mesmo tempo disse em tom de ironia está triste por já ter começado perdendo já que o vereador Maviael disse que nem ele e nem sua tia a vereadora Josilene Cordeiro não poderiam votar no relatório da CPI pelo fato do grau de parentesco e disse que se é assim não o que é que está fazendo na casa.

 Jackson Galego ainda enfatizou que os trabalhos da CPI já não foram iniciados há muito tempo pelo fato dos vereadores do PTB não terem aceitado fazer parte da mesma já que proporcionalmente eles tinham esse direito.

Rebatendo críticas do professor Arnaldo Cicero Marques no programa debate livre Jackson Galego disse que não é um moleque, pelo contrario disse que é muito homem e se for pra chamar alguém de safado ou de ladrão vai fazer sim: “Quem é o professor Arnaldo pra dizer se eu estou certo ou errado”? Questionou. “Ele prega tanto o correto e quando foi secretário de educação do município desestruturou a administração e apunhalou o ex-prefeito Sinaldo pelas costas, deixando os professores com dois meses de salários atrasados”, disse o vereador, que completou: “Entre o vereador Jackson e o professor Arnaldo quem passou o povo pra trás foi ele”, desabafou o vereador.


Por fim Jackson Galego disse que nesta terça-feira os vereadores junto com representantes da prefeitura e do conselho de segurança estão indo à superintendência do Banco do Brasil no Recife para apresentar algumas propostas para que a agência da cidade não feche definitivamente como está programado e parabenizou o prefeito do município, pois, segundo ele mesmo em tempos de crise a prefeitura está no cauque e os servidores estão recebendo os seus salários em dia.

Zuza (PTB) – O vereador disse que os membros do PTB tinham indicado o vereador Maviael para fazer parte da CPI pelo fato do mesmo está de posse de todos os processos e empenhos, e disse que não vai decepcionar, pois, tem compromisso com o povo diferentemente do prefeito e disse que irá cobrar do vereador Maviael para que o mesmo esteja junto com ele durante as investigações. O vereador disse que paralelo a CPI irá entrar com uma denúncia junto ao Ministério Público pelo fato de segundo ele algumas pessoas estarem recebendo empenhos para transportar pessoas doentes e não estarem prestando os serviços.

O vereador disse que foi procurado por uma pessoa que precisava de um carro e mandou que a mesma procurasse o vereador Antônio Biloza e o mesmo teria dito que o motorista estava dormindo e que outro veículo estava sem combustível. Zuza criticou a postura do vereador Veinho e disse que a partir do momento que o mesmo começou a dizer que era o pai da guarda comunitária o povo deixou de contribuir, e disse que o vereador deveria falar da academia da saúde que não foi concluída e está abandonada, das péssimas condições das estradas na Zona Rural, do matadouro que foi fechado, da falta de segurança e disse que o que Veinho defende não é o prefeito e sim o carro pipa que abastece a sua casa e o carro que tem agregado na prefeitura.
Veinho (PMDB) – Parabenizou o trabalho da guarda comunitária no município e o blogueiro Ruy Siqueira que segundo ele tem levantado à bandeira na rádio e está sempre preocupado com os GCC’s, o vereador pediu a compreensão da população e dos comerciantes para que contribua com os guardas já que até agora a prefeitura não conseguiu ter condições de regularizar os mesmos. Veinho disse que apenas sete dos onze vereadores contribuem com a guarda e citou que da oposição o único que contribui é o vereador Firoca.

Veinho disse que é puxa-saco da guarda porque reconhece o trabalho dos mesmos e que constantemente está cobrando do prefeito para algo seja feito pra que a guarda não pare os trabalhos, o vereador disse que o estado não oferece segurança, no entanto, parabenizou as polícias militar e civil pela parceria e apoio que tem dado a guarda comunitária. Veinho disse que andou em algumas cidades da Paraíba e nenhuma tem a organização que há na cidade de Jataúba, o vereador parabenizou o prefeito e disse que Jataúba tem os prédios públicos mais zelados do Brasil e disse que só quem é cego é que não ver.

Sobre a academia da saúde o vereador disse que a mesma já está sendo finalizada e que em breve será entregue a população, e rebatendo as críticas do vereador Zuza o vereador disse não ter nada a ver com o carro e falou que quem carrega os estudantes é o seu filho e que o mesmo já é maior de idade.
Firoca (PTB) – O vereador lamentou o fato de alguém ter usado um grupo de WhatsApp e dito que só os vereadores de situação ajudavam a guarda e disse que sempre ajudou desde o início, mas, não fica dizendo isso pelo fato de achar antiético. Mais uma vez o vereador cobrou do vereador Jackson Galego os nomes das pessoas que são responsáveis por transportar doentes das comunidades do Enxotado, Jundiá, Empoeiras e Riacho do Meio.

O vereador destacou a luta de todos para que a agência do Banco do Brasil não feche no município e cobrou do vereador Jackson Galego para que se faça um esforço em melhorar as condições do campo municipal pelo menos construindo um muro, pois, segundo ele hoje o local se encontra em uma condição vergonhosa. Por fim, ele cobrou do vereador Veinho que o mesmo veja com o prefeito a questão da guarda para que os mesmos sejam regularizados.
Paulo Floriano (PMDB) – Disse ao vereador Maviael que quem usou de manobra foram os vereadores de oposição e pediu que o mesmo usasse a consciência nesse sentido já que a comissão ainda não foi formada pelo fato de nenhum dos quatro vereadores do PTB terem assinado o pedido e não terem aceitado participar. 

Paulo convidou todos os vereadores para irem a superintendência do Banco do Brasil no Recife junto com o ex-vereador Furibinha tentar com que a agência de Jataúba não feche, no entanto, disse que acha muito difícil pela conversa que teve com um dos superintendentes do banco recentemente na casa do prefeito, porém, disse todos tem que fazer a sua parte.

Sobre a guarda comunitária Paulo se disse preocupado, pois, na última sexta-feira esteve reunido com o promotor e o mesmo pediu que os vereadores fizessem algo para regularizar os mesmos, pois, se até o final do ano a guarda não tiver sido regularizada os mesmos terão que parar os trabalhos por determinação da justiça pelo fato de até hoje os mesmos estarem trabalhando de forma irregular.

Os demais vereadores não se pronunciaram e a próxima reunião ficou marcada para o dia 06 de novembro às 20 horas.


Jota Silva / Agreste No Ar


Um comentário:

  1. Olá, bom dia. Sobre as palavras do vereador Veinho quando ele disse: "que quem carrega os estudantes é o seu filho e que o mesmo já é maior de idade." eu tenho umas indagações:
    1. É notório que seu filho é apenas um laranja do próprio pai.
    2. O carro que transporta os estudantes está com a documentação irregular, basta uma simples consulta da placa no site do detran para confirmar.
    3. O seu filho transporta estudantes desde que era menor de idade (os alunos são testemunhas).
    4. O mesmo nunca possuiu habilitação e muito menos é habilitado para transporte coletivo de estudantes.
    5. Alunos já se queixaram da forma como o mesmo dirige o Toyota.
    6. vive empinando sem capacete a motos pelas ruas da cidade como forma de exemplo de motorista.

    Obrigada...

    ResponderExcluir