terça-feira, 28 de novembro de 2017

Percas... e percas... no 'Editorial da Semana'
Diz um ditado popular que não há nada que esteja ruim que não possa ficar pior, e de fato essa vertente tem se aplicado a cidade de Jataúba que fica no Agreste Pernambucano, como todos os municípios e estados Brasileiros Jataúba tem sentido os efeitos da crise econômica. 

Apesar das conquistas e dos bons indicadores que o município tem em áreas como, por exemplo, a saúde, o fato é que algumas percas tem preocupado os moradores da cidade que veem nessas percas um retrocesso sem precedentes.

Nos últimos anos o município vem com uma sequência de percas importantes senão vejamos: O matadouro público deixando os marchantes dependendo de Brejo da Madre de Deus para abater os animais, o Cartório Eleitoral que também foi remanejado para a cidade de Brejo, o Banco do Brasil que teve suas portas fechadas na semana passada causando um enorme prejuízo ao comércio local e principalmente aos aposentados e pensionistas que precisam se deslocar para outros municípios, dentre outras.

De fato, são situações que preocupam os Jataubenses que veem conquistas de anos irem embora pelo, mas, como tudo que tá ruim ainda pode ficar pior, o maior medo da população de Jataúba nesse momento é perder a Guarda Civil Comunitária que diante da justiça está com os dias contados, o fato é que há muito tempo o Ministério Público tem dado prazos para que a mesma seja regulamentada, no entanto, até agora nada foi feito por parte da prefeitura municipal que é a principal responsável pela ação.

Recentemente o promotor de justiça local em conversa com o presidente da câmara vereador Paulo Floriano, deu até o final do ano para a mesma seja regulamentada, pois, caso contrário à justiça irá determinar a paralisação dos trabalhos. Diante disso as perguntas que ficam são as seguintes: Porque até o momento nenhuma providência foi tomada a esse respeito, já que a guarda já comprovou a sua eficácia? Será que assim como no caso do banco só irá tomar uma posição depois que perder?

Diante de tudo, o que esperamos de fato dos nossos representantes seja a nível federal, estadual e municipal são ações concretas e conquista ao invés de percas, em tempos de evolução Jataúba não pode parar e o povo trabalhador dessa importante cidade do estado de Pernambuco não pode ser penalizado pelo comodismo dos políticos que detêm o poder, poder esse outorgado pelo povo. Porém, a maior preocupação dos políticos hoje não seja com conquistas ou percas em suas bases e municípios e sim com as eleições de 2018 e 2020 respectivamente.

Diante de tudo isso, a conclusão que chego é a seguinte: Diante de tantas percas que a nossa cidade vem sofrendo eu chego a conclusão de que tá faltando ‘vergonha na cara’ de nossos políticos.


Por Jota Silva


Nenhum comentário:

Postar um comentário