terça-feira, 7 de novembro de 2017

Visita do governador a Região é um dos principais temas em mais uma sessão na Câmara de Vereadores de Jataúba
Nesta segunda-feira aconteceu mais uma reunião ordinária na cidade de Jataúba, a sessão foi tranquila e contou com a presença de 10 dos 11 vereadores faltando apenas o vereador Maviael (PSD) que não teve a sua ausência justificada, entre os temas mais discutidos ficaram os gastos com as reformas dos prédios públicos, a vinda do governador Paulo Câmara a Região e a luta para evitar o fechamento do Banco do Brasil no município.

Confira o resumo dos discursos:
Firoca (PTB) – O vereador cobrou do gestor municipal a instalação de placas nas entradas da cidade para que pessoas que vem de fora ou que passam pelo município possam ter uma identificação de onde estão, bem como divulgar o município. Falou sobre a vinda do governo do estado a região para assinar ordem de serviço e disse que o mesmo teve muito tempo pra isso e só está fazendo as vésperas das eleições, Firoca disse não acreditar nessas obras que estão sendo prometidas e citou como exemplo, a BR-104 e a Adutora do Alto Capibaribe.

Respondendo ao discurso do vereador Veinho sobre o dessalinizador da Passagem do Tó, disse que cada um dos 11 vereadores tem que fazer sua parte e que não se pode jogar a responsabilidade apenas para os que foram mais votados na região, com relação a educação do estado Firoca disse que a considera uma das piores do País, pois, o reflexo da precariedade na educação está nos altos índices de violência no estado e que a única coisa que o governo sabe fazer é blitz pra prender motos atrasadas.
Zuza (PTB) – Disse que os políticos estão ficando sem credibilidade e desmoralizados, pois, no evento do governador em Pão de Açúcar viu vários políticos, ministros, deputados, prefeitos, vereadores e não tinha nem 500 pessoas prestigiando o evento. Criticou mais uma vez o aumento de combustíveis e do gás de cozinha que vem se tornando frequente no País. O vereador cobrou do presidente Paulo Floriano que se agilize a comissão da CPI para que os trabalhos sejam iniciados.

Zuza disse que o povo tem uma arma forte contra os políticos corruptos que é o seu voto e pediu que a população pensasse bem antes de dá o seu voto. Ele criticou a postura do vereador Jackson na reunião passada com relação ao professor Arnaldo e disse que o mesmo é um homem honrado, de respeito e que ao longo da sua vida tem contribuído muito com o município, segundo Zuza, quem ficou devendo aos professores foi o ex-prefeito Sinaldo e não o secretário Arnaldo a época, pois, quem paga é o gestor e não secretários.

O vereador criticou a postura de Veinho pelo fato de o mesmo ter comparado a cidade de Jataúba a cidades da Paraíba e disse que a cidade está abandonada citando como exemplo as péssimas condições das estradas na Zona Rural, os banheiros públicos e o dessalinizador, e cobrou explicações dos valores que estão sendo gastos na reforma de prédios públicos, segundo Zuza a reforma do clube está acabando e não se sabe qual a empresa que ganhou a licitação e nem mesmo os valores que estão sendo gastos no local.
Veinho (PMDB) – Reforçou o fato de ter visitado algumas cidades da Paraíba e disse que Jataúba é uma cidade muito organizada, Veinho enfatizou o trabalho do prefeito Antônio de Roque e disse que não é a toa que o mesmo já tem cinco mandatos, segundo o vereador não há como esconder o bom trabalho realizado pelo prefeito no município e disse que a oposição só sabe criticar. Em tom de ironia Veinho parabenizou o vereador Zuza por ter ido ao evento do governador e disse: “Se o senhor quiser vir pra o nosso lado seja bem vindo”. O vereador disse torcer para que o governo do estado cumpra aquilo que tá prometendo.

Veinho ainda enfatizou que ninguém vai o impedir de falar o que ele quiser, pois, o povo lhe deu esse direito e disse que o que está sendo gasto no município na reforma dos prédios públicos são verbas que vem através de emendas e nada é do bolso do prefeito, e questionou o vereador Naldo de Bileu que tem como reduto a Passagem do Tó o porquê de o mesmo não pagar a dívida que tem do chafariz com a Celpe no valor de R$3,300 reais.
Jackson Galego (PSB) – O vereador falou mais uma vez sobre o problema do chafariz da Passagem do Tó e disse que se todos os vereadores não se reunirem para resolver o problema o mesmo não tem condições de pagar a dívida sozinho, Galego disse não ter tido o prazer de ir ouvir mais promessas do governador pelo fato de o mesmo ter ido ao Recife na superintendência do Banco Brasil tentar resolver questões para que o Banco não feche na cidade.

Jackson disse que acha um pouco tarde, pois, depois de tanto tempo só agora o governador vem assinar várias ordem de serviço se referindo a BR-104 e a Adutora do Alto Capibaribe e disse que apesar de torcer para que sejam concluídas não acredita em tal fato. O vereador mais uma vez criticou a postura do deputado Diogo Moraes com relação ao município dizendo que o mesmo não trouxe nada para Jataúba e que o povo tem que abrir o olho na hora de votar, pois, no ano que vem ele voltará mais uma vez para pedir o voto dos Jataubenses e que certamente pegará carona mais uma vez na cobertura da quadra do José Lopes.

Ele também teceu críticas aos deputados federais e senadores apoiados pela oposição que segundo ele não destinaram nada para o município. Jackson disse não ter nada pessoal contra o professor Arnaldo, porém, disse que como o mesmo foi um homem público a frente de uma secretaria é natural que apareçam as suas falhas e disse que como secretário o mesmo falhou. Respondendo sobre as estradas disse que o vereador Zuza cobra, mas, não fala o motivo da máquina está parada pelo fato de que a pessoa que quebrou o vidro da mesma ser um correligionário da oposição e por isso o vereador não tem coragem de falar.

Quanto aos valores gastos nas reformas de prédios e obras no município disse que tudo está disponível no portal da transparência para qualquer cidadão, Jackson disse que a prefeitura irá entrar na justiça pedindo um mandado de segurança para que o Banco não feche e que assim que estiver com esse mandado irá a Brasília e irá procurar apoios para manter o banco funcionando, ele citou que tem um apoio certo do ministro Bruno Araújo e disse esperar contar com outros apoios como, por exemplo, do também ministro Mendonça Filho.
Paulo Floriano (PMDB) – Falou sobre a visita a superintendência do Banco do Brasil no Recife e lamentou a ausência dos vereadores que compõem a bancada de oposição, segundo Paulo os mesmos só sabem criticar e cobrar, mas, na hora de correr atrás ninguém compareceu, segundo ele a orientação foi que os mesmos procurassem os seus deputados e fossem até Brasília tentar resolver a situação.

Ele parabenizou o vereador Zuza por ter ido ao evento do governador em Pão de Açúcar e disse que em Jataúba hoje não tem mais oposição já que agora tá tudo misturado em torno do apoio ao governador Paulo Câmara, Paulo disse que quando Paulo foi candidato e tinha apenas 2% de intenções de votos o grupo de situação o apoiou e agora não será diferente e deu as boas vindas aos oposicionistas.

O presidente da casa marcou para a próxima quinta-feira 9 às 11 horas da manhã uma reunião entre os três vereadores com compõem a CPI para que sejam definidas as posições de cada um dentro da comissão.

Os demais vereadores não se pronunciaram e a próxima sessão ficou marcada para a próxima segunda dia 13 às 20 horas.



Jota Silva / Agreste No Ar


Disque Guarda

Nenhum comentário:

Postar um comentário