domingo, 18 de fevereiro de 2018

Calçadão Miguel Arraes de Alencar, Prazo para conserto de telhado é de 60 dias Feirantes estão sendo realocados no estacionamento lateral
Responsáveis pela administração do Calçadão Miguel Arraes de Alencar falaram, na tarde deste sábado (16), sobre o cronograma de feiras, após parte do teto do Setor Azul ceder. O fato aconteceu na manhã dessa sexta (15) e não deixou feridos.
Engenheiros da prefeitura de Santa Cruz do Capibaribe e da empresa que construiu a estrutura, realizaram um levantamento nas primeiras horas após o acontecimento.
Para as próximas feiras (incluindo segunda e terça-feira, 19 e 20, respectivamente) não haverá movimentação no Setor Azul. Os setores Branco e Verde seguem normalmente, não sendo atingidos de forma alguma, segundo o que foi apontado pelos técnicos.
De acordo com a Defesa Civil Municipal, o prazo acordado com a empresa é de 60 dias, para fazer todos os reparos necessários. As extremidades do Setor Azul podem ficar à disposição dentro de um tempo menor. No entanto, não foi especificado em quantos dias.
Durante a tarde deste sábado (17), feirantes começaram a retirar confecções e demais produtos, já que a área será completamente isolada, para os trabalhos de reparos.
Os comerciantes estão sendo realocados na área de estacionamento lateral, para que possam realizar as feiras nos próximos dias.
Adilson do Calçadão (um dos administradores) recomendou ainda que, se possível, alguns comerciantes busquem amigos e familiares em outros setores para se alojarem, até normalizar tudo.
Para a administração municipal, uma forte ventania causou os estragos. A prefeitura acrescentou ainda que todos os esforços estão sendo realizados, com equipe no local durante esses dias.


Ney Lima


Nenhum comentário:

Postar um comentário