sábado, 24 de fevereiro de 2018

Sem cuidados e acompanhamento efetivo, barragem de Poço Fundo segue entregue ao matagal
Fotógrafo Arnaldo Vitorino expõe atual situação e a falta de cuidados com um dos mais importantes reservatórios de Santa Cruz do Capibaribe.

Em imagens publicadas em sua rede social pessoal, o ambientalista e fotógrafo Arnaldo Vitorino mostrou, nesta sexta-feira (23), a atual situação de um dos principais reservatórios do município de Santa Cruz do Capibaribe, no Agreste Setentrional de Pernambuco.
Em sua análise, Arnaldo pontua que o local não oferece logística para que as águas das chuvas sejam captadas e armazenadas no local.

"A barragem de Poço Fundo está mais parecendo uma reserva florestal de tanto mato na sua área de alagamento e as autoridades não cuidam dessa parte, se por acaso as chuvas começarem a chegar na região vamos ter um bom tempo com as águas com sabor e cor diferente de uma água limpa. E o mais sério que os proprietários de terras às margens do rio imaginam que o rio é deles, a área de alagamento da barragem encontra-se toda tomada de cercas sem que se possa caminhar no leito do rio", avaliou o ambientalista.
Atualmente, com as recentes chuvas, a barragem voltou a fazer parte das expectativas dos residentes locais, já que em seus tempos de glória o espaço foi responsável por abastecer diversas localidades.
Hoje, se observada de determinados ângulos, fica praticamente impossível de se deduzir que o local já foi um grande espaço de armazenamento de água. 
Apesar das recentes promessas da classe política local, não há nenhuma agenda de limpeza e readequação das imediações do reservatório.


Bruno Muniz


Nenhum comentário:

Postar um comentário