sexta-feira, 23 de março de 2018

Armando não tem como abrir pra FBC, nem o contrário
Agora que Armando Monteiro e Fernando Bezerra Coelho têm seus respectivos partidos, e ambos desejam chegar ao Palácio do Campo das Princesas, a oposição está num dilema muito grande para ver quem será o candidato a governador numa eventual candidatura única.

 Armando é líder nas pesquisas, possui um grupo formado por quatro partidos e não tem motivo nenhum para abdicar do seu projeto de ser governador para qualquer outro candidato. Já o outro senador, FBC, conquistou o MDB no argumento de que seria candidato a governador. Não tem sentido o MDB deixar de ser linha auxiliar do PSB em Pernambuco para ser linha auxiliar do PTB. 

Além do mais, Fernando mesmo em baixa nas pesquisas não tem o que perder sendo candidato a governador. Na pior das hipóteses, ele construirá seu nome em Pernambuco, visto que ainda é muito desconhecido do eleitor pernambucano. Está no meio do mandato de senador e tem vontade de ser governador acalentando esse desejo há anos. Se abrisse para qualquer candidato estaria cometendo um erro histórico. 

Quem acompanha os bastidores da política sabe que a oposição dificilmente chegará ao consenso de lançar uma candidatura. Os dois nomes deverão ser colocados no cardápio eleitoral para que a população possa fazer sua escolha em outubro.


Edmar Lira


Nenhum comentário:

Postar um comentário