segunda-feira, 26 de março de 2018

Tradição e fé Milhares de fiéis participam do Domingo de Ramos em Poção, no Agreste, Dia composto por uma vasta programação também movimenta a economia local
Anualmente milhares de fiéis visitam o popular Cruzeiro, ponto turístico da cidade – Foto: Jarcys Ricardo

Neste domingo (25), acontece mais uma edição do tradicional Domingo de Ramos no município de Poção, no Agreste de Pernambuco. A cidade com pouco mais de 10 mil habitantes recebe nesta data milhares de fiéis vindos de várias regiões brasileiras, estes que procuram se aproximar da fé através da visita ao histórico Cruzeiro da cidade, local que conta com centenas de peças que traduzem passagens bíblicas e principalmente a vida e morte de Jesus Cristo.
A ocasião especial é iniciada com programação desde cedo e movimenta a população local que aproveita da oportunidade também para empreender e gerar renda. O Domingos de Ramos para os poçãoenses é um claro acontecimento de aquecimento da economia e respectivamente movimentação de recursos.
Local possui dezenas de peças históricas e é estruturado em passagens bíblicas – Foto: Miquéias Ibiapino

Os produtos comercializados durante esta data são os mais diversos possíveis, desde comidas típicas da região até mesmo acessórios religiosos que estão diretamente relacionados com a ocasião. O Cruzeiro que é aberto o ano inteiro para visitação e é conhecido como o maior da América Latina, neste dia fica praticamente lotado, sendo inclusive difícil de se caminhar no interior do mesmo.
Domingo de Ramos é também responsável por movimentar a economia da cidade – Foto: Miquéias Ibiapino

Tradicionalmente no dia em que comemora-se o Domingo de Ramos são realizadas também missas e procissões nas imediações do bairro Centro e também no próprio ponto turístico do município. As celebrações de louvor e adoração também costumam sempre reunir centenas de pessoas das mais diversas idades.
Na feira montada para receber a programação religiosa, milhares de itens são comercializados – Foto: Miquéias Ibiapino

De acordo com o morador local Ricardo Silva, de 31 anos, muitos dos fiéis que vão até a cidade e principalmente ao Cruzeiro neste período pagam promessas de pedidos conquistados através da fé, inclusive deixando algum item no cruzeiro que lembre uma cura ou bem alcançados.

"Muitas pessoas deixam réplicas de bençãos no nosso Cruzeiro, geralmente um perna de madeira, por exemplo, significando que alguém tinha um problema de saúde e foi curado. Já vimos outros objetos no ponto onde são depositadas as promessas, é muito interessante ver isso", relatou com orgulho.
Artesanato é um dos principais produtos vendidos pelos comerciantes locais – Foto: Miquéias Ibiapino

A programação teve início às 5h da manhã com o Show de Acolhida. Às 9h ocorreu a tradicional Benção de Ramos, às 9h30 uma procissão, às 10h a Missa Solene e às 15h30 um show com o Padre Reginaldo Carreira, que integra o quadro de parócos da Canção Nova.
Missas, procissões e shows fazem parte da programação – Foto: Jarcys Ricardo

Não apenas conhecida pela Renascença, arte que movimenta anualmente a economia da cidade, Poção é também apreciada pelos que buscam turismo e fé através de romarias e a junção do divino com a tradição.


Bruno Muniz


Nenhum comentário:

Postar um comentário