quinta-feira, 8 de março de 2018


Vereador Brejense Junior de Miguelão acusa prefeitura de Santa Cruz do Capibaribe por crime ambiental
O Blog Estação Notícias publicou matéria na última terça-feira (06) em que destaca um crime ambiental em Brejo da Madre de Deus. De acordo com a publicação, o crime está sendo cometido pela prefeitura de Santa Cruz do Capibaribe, em sítio do município vizinho.
O caso foi levantado pelo vereador Júnior de Miguelão, onde afirma que a prefeitura de Santa Cruz do Capibaribe, está descartando restos de animais abatidos, no Sítio Arapuá.
Após a denúncia houve um comprometimento para resolução, no entanto, segundo o vereador Brejense, “fizeram uma limpeza parcial e amontoaram os restos dos animais (cabeças, vísceras, sangue, orelhas, cascos e outros) em um canto do terreno''.
“A prefeitura de Santa Cruz simplesmente limpou o local onde houve a denúncia, cavou uma vala adiante e tentou esconder os destroços dos animais, ou seja, continua tudo do mesmo jeito”, afirma vereador Júnior de Miguelão em vistoria ao local.
De acordo com o Blog Estação Notícias, a Secretaria Executiva de Agricultura de Santa Cruz do Capibaribe respondeu em nota que “teria realizado a remoção dos resíduos do Matadouro Municipal e que um novo local tinha sido providenciado para que os resíduos fossem tratados em local adequado, com especificações técnicas e acompanhamento necessário e que receberiam todos os procedimentos de compostagem orgânica”.
“Temos que defender o povo, devemos agir para acabar com este descaso. Pedimos que o nosso gestor, o prefeito Hilário Paulo tome as providencias a respeito desde crime ambiental que está sendo acontecendo no sítio Arapuá, em nosso município”, finalizou o parlamentar.


Estação Noticia


Nenhum comentário:

Postar um comentário