segunda-feira, 7 de maio de 2018

Chapinhas podem aumentar taxa de renovação na Alepe
Nas eleições de 2014 apenas 26 deputados estaduais foram reeleitos, os demais foram novatos permitindo uma renovação de 47% nos quadros da Casa Joaquim Nabuco em relação a 2010. Para as eleições de 2018 apenas Pedro Serafim Neto e Paulinho Tomé não tentarão mandato este ano, enquanto Silvio Costa Filho, Eriberto Medeiros, Ossesio Silva, André Ferreira e Henrique Queiroz tentarão um salto nas eleições deste ano.

Portanto dos 49 deputados da atual bancada 42 tentarão renovar seus mandatos, entretanto há um cálculo feito pelos principais nomes da Alepe de que a taxa de renovação poderá ser maior do que se espera. A expectativa inicial era que a renovação fosse menor por conta das dificuldades de financiamento de campanha, o que acaba beneficiando quem já está no mandato, porém pelas chapinhas que estão sendo montadas, o risco de renovação poderá ter um aumento significativo.

Nas eleições de 2014 o chapão do PSB elegeu 26 deputados, enquanto o do PTB ficou com 12, sobrando 11 vagas que ficaram entre PP (4), Solidariedade (2), PSL (1), PHS (1), PRP (1), PROS (1) e PSOL (1). Nas eleições deste ano a conta é que o chapão do PSB fique entre 16 e 18 deputados e o PTB oscile entre 8 e 10, o que poderia deixar de 21 a 25 vagas para serem distribuídas entre as outras chapas.

Se em 2014 os principais chapões elegeram 77,5% das vagas, em 2018 a estimativa é que eles fiquem com 49% a 57% das vagas da Casa Joaquim Nabuco, o que de bate-pronto facilita a vida das chapinhas, que no PSC por exemplo terá apenas Guilherme Uchoa tentando a reeleição, e poderá eleger de cinco a sete deputados. 

No PP apesar de 13 dos 14 deputados tentarem a reeleição, o partido tem Fabiola Cabral, Clovis Paiva, Romero Albuquerque e Delegado Lessa, novatos que disputam com chances de vitória uma das 10 a 12 vagas que o partido deverá alcançar. Na oposição os novatos Andrea Mendonça, Antonio Coelho e João Paulo Costa disputam com chances reais de vitória as oito a dez vagas do grupo. Enquanto no governo Aglailson Victor é vaga garantida na chapa do PSB que deverá eleger de 16 a 18 nomes.


Edmar Lira


Nenhum comentário:

Postar um comentário