sexta-feira, 13 de julho de 2018

Desfecho Cabrita que nasceu com seis patas em Toritama passou por cirurgia

O caso da cabrita que nasceu com seis patas na zona rural de Toritama teve um desfecho positivo na manhã desta quinta-feira (12). O animal foi submetido a uma cirurgia para retirada dos membros adicionais em uma clínica veterinária em Caruaru.

Amigos do proprietário do animal chegaram a iniciar uma campanha para arrecadar recursos financeiros no intuito de bancar o processo cirúrgico. No entanto, um médico veterinário residente em Caruaru tomou conhecimento do caso e se disponibilizou a realizar a operação de forma gratuita.
De acordo com informações dos populares que levaram o animal até a clínica, a cabrita passou por alguns exames e raio-x antes da cirurgia. O animal teve as duas patas excedentes retiradas e o procedimento foi considerado um sucesso. O animal está em observação e deverá receber alta até o final de semana.

Entenda – A cabrita nascida na zona rural de Toritama foi vítima de polimelia, má formação congênita em que o animal nasce com membros adicionais em seu corpo. Embora seja rara, a má formação também pode causar a morte dependendo de onde ela surja, mas também pode ser retirada sem que restem sequelas.


Com informações de Evandro Lins, correspondente do blog Ney Lima em Toritama



APOIO CULTURAL

Nenhum comentário:

Postar um comentário