terça-feira, 4 de setembro de 2018

“Acredito que foi minoria”, diz Alessandra Vieira sobre afastamentos políticos em Santa Cruz do Capibaribe, após lançamento do seu nome
Candidata a deputada estadual, pelo grupo de situação em Santa Cruz do Capibaribe, a primeira dama Alessandra Vieira (PSDB), disse que não vai rebater críticas recebidas após lançamento de sua candidatura. Alguns ex-aliados colocam a postulação dela, como estopim para rompimentos com o prefeito Edson Vieira (PSDB) que teria errado, segundo eles, na indicação.

Em entrevista ao Portal de Rede Sociais, Santa Cruz Online, na noite dessa segunda-feira (03), Alessandra disse que ‘quer fazer diferente’, não vai rebater críticas, considerando que foi ‘uma minoria que se afastou’. Para ela, isso aconteceria independentemente do lançamento do seu nome.

A candidata foi a segunda da série de entrevistas do Santa Cruz Online, com postulantes que tenham representatividade no Polo de Confecções. Além da questão política, Alessandra falou sobre seus objetivos, chegando à Assembléia Legislativa de Pernambuco (ALEPE).

Humildade – A candidata disse que aprendeu muito acompanhando de perto o prefeito Edson Vieira, duas vezes deputado estadual. Lembrou da militância desde 1992 e sua passagem na Secretaria de Inclusão Social considerado por ela como ‘uma escola’. Conquistando uma cadeira na Alepe, disse que terá humildade para tirar dúvidas com colegas e prefeitos aliados.

De perto – Com as limitações jurídicas de alguns recursos de campanha, como os carros de som, ela disse que a campanha está do jeito que ela gosta, ‘no corpo a corpo’. “Tem que estar disposto, acordar cedo e não ter hora pra chegar em casa”, falou.

Privilégios – Ao ser questionada sobre valor de salários de deputados e privilégios dos parlamentares, ela respondeu que na Alepe isso ‘não existe tanto quanto em Brasília’, mas que sendo eleita ‘vai estudar e saber o que pode ser feito’ para cortar possíveis regalias.

Mesmo olhar – Alessandra nega que, caso seja eleita, dará tratamento diferenciado ao município de Santa Cruz do Capibaribe, comandada por Edson Vieira. De acordo com ela, todos os municípios, sobretudo os que lhe dão sustentação eleitoral terão seu olhar igual, enquanto deputada.

Propostas – Entre suas bandeiras, a candidata garante que vai lutar por um Campus da Universidade de Pernambuco (UPE) para Santa Cruz do Capibaribe, que possa aglutinar as demais cidades da região, além de uma unidade do Instituto Federal de Pernambuco (IFPE), abastecendo os cursos técnicos para o Polo de Confecções.

 Além disso, ela cita que vai trabalhar para colocar a Rodoviária às margens da Rodovia PE-160, nas proximidades do Moda Center, facilitando o fluxo de comerciantes da região.

O Santa Cruz Online dá sequência às entrevistas, nessa terça-feira (04), com o candidato Tallys Maia (Avante) a partir das 19h.

A entrevista completa de Alessandra Vieira, você pode acompanhar no vídeo abaixo;


Ney Lima


APOIO CULTURAL

Nenhum comentário:

Postar um comentário