quinta-feira, 20 de setembro de 2018

Datafolha: Bolsonaro lidera, Haddad e Ciro seguem empatados
No início da madrugada desta quinta-feira (20), o Datafolha divulgou uma nova pesquisa com as intenções de voto para a Presidência da República. Foi o maior levantamento realizado pelo instituto na atual corrida eleitoral, com 8.601 eleitores entrevistados entre os dias 18 e 19 de setembro em 323 cidades brasileiras. O candidato do PSL, Jair Bolsonaro, oscilou positivamente dois pontos e agora lidera com 28%. Na segunda posição, um empate técnico entre Fernando Haddad (PT) e Ciro Gomes (PDT) mantém o cenário para o 2º turno aberto.

O petista subiu mais três pontos e chegou aos 16% enquanto Ciro manteve os 13%. Porém, todas as projeções de 2º turno são favoráveis ao candidato do PDT. Nos cenários mais factíveis, em que ambos enfrentariam Jair Bolsonaro, Ciro venceria o candidato do PSL por seis pontos de diferença (45% x 39%) enquanto Haddad empata numericamente com Bolsonaro (41% x 41%). O Datafolha apresentou uma série de outros cenários para o 2º turno envolvendo combinações entre os cinco candidatos de melhor colocação na pesquisa. Numa simulação entre Ciro e Haddad, o ex-governador do Ceará venceria o ex-prefeito de São Paulo por 42% x 31%.

Mais distantes da disputa por um lugar no 2º turno, Geraldo Alckmin e Marina Silva mantiveram seus patamares de intenção de voto. O candidato do PSDB seguiu com 9%, enquanto a candidata da Rede oscilou negativamente de 8% para 7%. Em um eventual 2º turno contra Bolsonaro, os dois estariam tecnciamente empatados contra o representante do PSL.

No bloco das candidaturas menores, Alvaro Dias (Podemos) e João Amoedo (Novo) marcam 3%, e Henrique Meirelles (MDB), registra 2%. Vera Lúcia (PSTU) e Guilherme Boulos aparecem com 1% das intenções. Cabo Daciolo (Patriota), João Goulart Filho (PPL) e Eymael (DC) não pontuaram. Brancos e nulos somam 12% e aqueles que não sabem ou não responderam caracterizam 5% dos entrevistados. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos. A pesquisa foi encomendada pelo jornal Folha de São Paulo e pela TV Globo.


Informações do Diário de Pernambuco


APOIO CULTURAL

Nenhum comentário:

Postar um comentário