segunda-feira, 17 de setembro de 2018

Dois grupos oposicionistas sairão fortalecidos das urnas 
Aliados de Paulo Câmara e Eduardo Campos em 2014, o senador Fernando Bezerra Coelho e o prefeito de Jaboatão dos Guararapes Anderson Ferreira romperam com Paulo Câmara para apoiarem a candidatura de Armando Monteiro nestas eleições. Nenhum dos dois são candidatos, mas tendem a sair fortalecidos do processo eleitoral de 2018 ainda que a Frente Popular renove o mandato de Paulo Câmara.

O grupo do senador Fernando Bezerra Coelho comanda a cidade de Petrolina, que é a principal cidade do sertão, com o jovem prefeito Miguel Coelho e deverá reeleger Fernando Filho para a Câmara dos Deputados, para completar Antonio Coelho deverá chegar à Assembleia Legislativa de Pernambuco com expressiva votação. Portanto, serão quatro mandatos a partir de 2019 para o grupo liderado pelo senador Fernando Bezerra Coelho, além da provável vitória de Marco Aurélio para deputado estadual, uma vez que ele é liderado do senador.

Já o grupo do prefeito Anderson Ferreira que possui um mandato de deputado estadual, três de vereador e a segunda prefeitura mais importante do estado, deverá ampliar para até seis estaduais do PSC e um deputado federal que será André Ferreira com perspectiva de figurar entre os cinco mais votados. Dentre os deputados estaduais, destaque para Manoel Ferreira, o patriarca da família que deverá voltar para a Alepe com quase 100 mil votos.

Se Armando Monteiro sair vitorioso, os Coelhos e os Ferreiras serão dois importantes pilares de sustentação para um eventual governo do petebista, mas na hipótese de vitória de Paulo Câmara com as duas vagas de senador sendo garantidas para a Frente Popular, não só as eleições de 2020 quando tentarão ampliar seu espaço, como nas eleições de 2022, Anderson Ferreira e Fernando Bezerra Coelho estarão no front de batalha como protagonistas do grupo que hoje está sendo liderado por Armando Monteiro.


Edmar Lira


Nenhum comentário:

Postar um comentário