segunda-feira, 17 de setembro de 2018

"Oséas Moraes e Diogo não foram homens para cumprir um acordo que fizeram comigo", declara ex-Vice-prefeito Zito Basílio em entrevista reveladora na cidade de Jataúba
Neste sábado 15 o ex-vereador e vice-prefeito da cidade de Jataúba Zito Basílio concedeu uma entrevista reveladora durante participação no programa Avante Amigos que vai ao ar pela Rádio Jataúba FM todos os sábados, Zito que já comungou politicamente com o prefeito Antônio de Roque (MDB) de quem foi vice-prefeito, recentemente esteve no palanque de Fábio Mamão (PDT) onde segundo o próprio Mamão em entrevista recente disse que a indicação da sua vice na última eleição foi de Zito e recentemente aderiu a terceira via do município liderada pelo empresário Boy.

Bem ao seu estilo como ele mesmo diz, sem papas na língua, Zito Basílio falou sobre os três grupos e fez revelações bombásticas sobre os bastidores da política jataubense. O ex-vereador soltou o verbo e teceu críticas pesadas principalmente ao ex-deputado estadual Oséas Moraes, ao deputado Diogo Moraes e ao prefeito do município conforme podemos conferir nos trechos a seguir. Zito disse que nunca quis entrar na política, mas, por um pedido da família que tradicionalmente sempre foi atuante na política de Jataúba resolveu aceitar o desafio há mais de 30 anos está envolvido diretamente com a política local.

Rompimento com Antônio de Roque

Zito teceu duras críticas à maneira de fazer política do prefeito Antônio de Roque, segundo ele, o prefeito não tem nenhum respeito pelo povo e por esse motivo só passou 89 dias com ele quando foi seu vice, segundo Zito o prefeito só respeita o povo nas vésperas das eleições, mas depois que passa o pleito ele humilha e passa por cima das pessoas e disse que por não comungar com esse tipo de coisa caiu fora.

Zito disse ter sido procurado recentemente pelo também ex-vereador e vice-prefeito Zé Cachete que também está na terceira via e que o mesmo disse que alguém havia falado que o prefeito teria dito recentemente que o empresário Boy teria dado 100 mil reais a Zito e 100 mil a Zé Cachete para que os mesmos aderissem ao seu grupo fato que o teria deixado muito chateado, quanto a isso Zito respondeu: “Digo ao prefeito que sou pobre, mas tenho vergonha na cara e não me vendo, ele me conhece e sabe que enquanto eu fui vice dele durante 4 anos eu nunca fui na prefeitura pedir um comprimido sequer para eleitor meu e dele na época”, declarou o ex-vereador.

Segundo Zito, no ano que foi vice de Antônio foi à única vez que o prefeito ganhou as eleições dentro da cidade, onde o mesmo achava que não ganharia e só perdeu em uma urna e empatou em outra. Por fim, Zito criticou a maneira como o prefeito do município trata os jovens jataubenses que segundo ele muitos têm entrado em práticas erradas por falta de opções no município e segundo ele nem o prefeito nem qualquer secretaria tem se preocupado com isso. Ele ainda criticou o prefeito que segundo ele negou ajuda a uma senhora que pediu pra construir um quartinho e o prefeito teria dito que não ajudava porque a mesma não votava nele, Zito disse acreditar que essa negativa tenha o dedo do vereador Antônio Biloza que segundo ele a senhora mora por trás da casa do vereador.

Oséas e Diogo Moraes

Zito revelou que não tinha mais nenhuma pretensão de voltar para a política, porém, depois de mais de seis horas de reunião em 2012 resolveu aceitar o convite para concorrer à vice de Fábio Mamão, segundo ele um dos motivos de ter aceito foi um pedido da sua mãe Terezinha Ribeiro, outro foi pela amizade que tinha com Mamão e por fim pelo fato do ex-deputado Oséas Moraes junto com Diogo terem garantido que o que fosse necessário na parte financeira eles iriam ajudar. Zito disse que fez uma lista com alguns nomes que segundo ele dava a garantia de ganhar as eleições na época e pediu 50 mil reais a Oséas, segundo Zito lista ainda está de posse dele assinada por Oséas que não cumpriu o combinado.

“Oséas Moraes e seu filho que é deputado não foram homens para cumprir um acordo que fizeram comigo, era 50 mil reais 25 mil e depois mais 25 na véspera da eleição e depois de tudo isso que fui lá na casa dele, eles não me deram nem um telefonema pra dizer que não iriam ajudar e agente perdeu a eleição por 148 votos, na época eu tinha um acordo de dar 10 mil ao presidente da câmara pra ele nos apoiar e não pude cumprir”, disse Zito. 

segundo ele em 2012 em uma reunião no LAFEPE Oséas Moraes teria prometido junto com Diogo mandar de 300 a 400 mil o que fosse preciso pra ajudar na campanha e no fim segundo ele disse que Mamão repassou que só veio 128 mil e 500 reais e disse “por isso que eu votei mais nunca mais voto nesse rapaz” se referindo a Diogo Moraes.
Conversa com Fábio Mamão

Zito revelou ter procurado Fábio Mamão recentemente a pedido do empresário Boy para que o mesmo fizesse uma junção com a terceira via com a prerrogativa de indicar a vaga de vice nas eleições de 2020 para que pudessem colocar em pauta um projeto para Jataúba, porém, segundo ele no encontro que aconteceu em sua residência Fábio Mamão não teria aceitado. Zito disse que colocou pra Mamão que Boy não queria ser prefeito de Jataúba uma vez que tem os seus negócios, mas, era alguém que como filho da terra queria o melhor pra sua cidade.

O ex-vereador disse que desde janeiro deste ano já havia comunicado a Mamão que não votaria em seus candidatos a deputado, e que tentou mostrar a Fábio que o empresário Boy só queria o melhor pra cidade e que não tinha essa história de farsa como Mamão estava falando entre Boy e o prefeito, no entanto Mamão não quis conversa e não aceitou a junção.


Em outro momento Zito disse que Mamão ganha as campanhas até a sexta-feira que antecede as eleições e do sábado para o domingo Antônio toma e reverte a situação. Ele disse que em 2012 a eleição estava ganha por Mamão e ele, só que no sábado que antecedia a eleição segundo Zito o empresário Boy teria entregue 700 mil reais ao prefeito Antônio de Roque pra ele comprar os votos e que o quadro foi mudado na última hora quando eles perderam por 148 votos de diferença.
Adesão à terceira via

Zito disse que na conversa que teve com o empresário Boy teria dito que estaria votando nele e não nos seus candidatos, Zito revelou que nas eleições de 2008 mesmo sem ele pedir o empresário o ajudou na campanha e tinha essa gratidão com ele, ainda segundo Zito o seu apoio ao Boy e seu grupo se dá pelo amor que o empresário tem demonstrado por sua cidade natal e pelo desejo que o mesmo tem de ver o desenvolvimento no emprego, saúde, educação e outras áreas carentes do município.

Zito pediu uma oportunidade pra terceira via que segundo ele tem um projeto pra Jataúba e só é quem consegue tirar o prefeito do poder. “ Era muito difícil ganhar do prefeito, pois, além da máquina na mão ele tinha o suporte do Boy, hoje só a terceira via pode mudar isso, por ter condições (Dar-se a entender financeira) e estrutura” concluiu Zito Basílio.

Resta saber quais serão os próximo capítulos dessa novela já que os citados pelo ex-vereador diante de afirmações fortes devem falar sobre o caso nos próximos dias.


Jota Silva / Agreste No Ar



APOIO CULTURAL

Nenhum comentário:

Postar um comentário