sexta-feira, 7 de setembro de 2018

Pesquisa Datafolha – Paulo Câmara lidera corrida ao governo de Pernambuco
Na noite desta quinta-feira (06) foi divulgada uma segunda rodada de pesquisa do instituto Datafolha, para o Governo do Estado de Pernambuco. Os números apontam os seguintes:

Paulo Câmara (PSB) com 34%; Armando Monteiro (PTB): 25%; Julio Lossio (Rede) e Maurício Rands (PROS) ambos com 2%; Ana Patrícia Alves (PCO), Simone Fontana (PSTU) e Dani Portela (PSOL) todas com 1%. Branco/nulo: 26% e Não sabe: 6%.

No levantamento anterior, feito de 20 a 21 de agosto, os percentuais de intenção de votos eram os seguintes: Paulo Câmara (PSB) tinha 30%; Armando Monteiro (PTB) 24%; Ana Patrícia Alves (PCO) e Julio Lossio (Rede): 3%; Maurício Rands (PROS) e Simone Fontana (PSTU): 2%; Dani Portela (PSOL): 1%; Branco/nulo: 29% e Não sabe/preferiu não opinar: 6%.

Espontânea

Na modalidade espontânea da pesquisa Datafolha (em que o pesquisador somente pergunta ao eleitor em quem ele pretende votar, sem apresentar a relação de candidatos), o resultado foi o seguinte:

Paulo Câmara (PSB): 16%; Armando Monteiro (PTB): 9%; Outros: 8%; Branco/nulo/nenhum: 19% e Não sabe: 46%.

Rejeição

A Datafolha também mediu a taxa de rejeição (o eleitor deve dizer em qual dos candidatos não votaria de jeito nenhum). Nesse item, os entrevistados puderam escolher mais de um nome. Veja os índices:

Paulo Câmara (PSB): 32%; Dani Portela (PSOL): 25%; Simone Fontana (PSTU): 25%; Julio Lossio (Rede): 24%; Armando Monteiro (PTB): 23%; Maurício Rands (PROS): 23%; Ana Patrícia Alves (PCO): 23%; Rejeita todos/não votaria em nenhum: 12%; Votaria em qualquer um/não rejeita nenhum: 2% e Não sabe: 9%.

Sobre a pesquisa:
A pesquisa foi encomendada pela TV Globo e pelo jornal “Folha de S.Paulo”. A margem de erro é de 3 pontos percentuais para mais ou para menos. 1.229 eleitores de 50 municípios do Estado de Pernambuco, com 16 anos ou mais nos dias 4, 5 e 6 de setembro.

A pesquisa está registrada no TSE: PE 00338/2018. O nível de confiança utilizado é de 95%. Isso quer dizer que há uma probabilidade de 95% de os resultados retratarem o atual momento eleitoral, considerando a margem de erro.


Ney Lima


APOIO CULTURAL

Nenhum comentário:

Postar um comentário