quarta-feira, 17 de outubro de 2018

Pernambuco apresenta queda no número de homicídios em relação à 2017, diz SDS, Região Agreste lidera na redução dos homicídios
Depois de agosto registrar o menor número de homicídios desde 2015 em Pernambuco, o mês de setembro teve um aumento no número de Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLIs) com um total de 320 ocorrências contra 287 do mês anterior. Em setembro de 2018, Pernambuco registrou uma redução de 22% em relação a setembro de 2017, quando foram registrados 411 desses crimes. Os dados foram divulgados na tarde desta segunda-feira (15) pela Secretaria de Defesa Social (SDS-PE).

Com isso, o Estado já conta com dez meses consecutivos de redução de homicídios quando se compara com o mesmo período do ano anterior. No consolidado dos nove meses, a redução também chega aos 22%. No total, foram 3.232 homicídios registrados pelas polícias entre os meses de janeiro e setembro de 2018, enquanto no mesmo período do ano passado, haviam sido contabilizadas 4.143 ocorrências.

De acordo com a SDS, a redução atingiu a marca de 39% no Agreste, que contabilizou um total de 53 homicídios, neste ano, contra 87 em setembro do ano passado. Logo em seguida, vem a Região Metropolitana do Recife (exceto a Capital) com uma redução de 21,5%.

No Agreste, a AIS 15, que engloba nove municípios e tem sede em Belo Jardim, registou seis homicídios, menor resultado dos últimos 39 meses, perdendo apenas para junho de 2015.

Quando se levam em consideração os dados de janeiro a setembro de 2018, o Agreste também mantém a liderança na redução dos homicídios. Ao todo, a queda é de 30,23%, já que houve 637 homicídios este ano, contra 913 no mesmo período do ano passado.

“Ao chegarmos ao 10º mês de queda nos homicídios e ao 13º de redução nos roubos, verificamos a consistência das ações de segurança implantadas em Pernambuco. Temos novas ações para colocar em prática, ajustes operacionais a serem feitos, equipamentos e unidades para entregar, o que nos dá a confiança de seguir fazendo a criminalidade recuar e perder espaço em todas as regiões do Estado”, avaliou o secretário de Defesa Social, Antonio de Pádua.

VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER – Os casos de feminicídio também registraram queda em setembro. Foram 5 registros durante o mês, o que representa uma queda de 17% em relação a setembro de 2017, que contabilizou 6 ocorrências do tipo. No geral do ano, entre os meses de janeiro a setembro, a queda chega a 14% (54 crimes, neste ano, contra 63 no mesmo período do ano passado).

Em setembro deste ano, as notificações de estupro diminuíram de 217 para 180 em contraposição ao mesmo mês no ano passado, um percentual de redução de 17,05%.

MOTIVAÇÃO – Em setembro deste ano, 72,5% dos homicídios foram motivados por tráfico de drogas, acerto de contas e outras atividades criminais. Considerando o ano de 2018 até setembro, essa proporção é de 68,95%. Entre as vítimas dos CVLIs perpetrados no nono mês deste ano, 65% não tinham sido submetidas ao sistema de jurisdição criminal, percentual próximo ao do acumulado entre janeiro e setembro, que foi de 63%.


Ney Lima


Nenhum comentário:

Postar um comentário