quinta-feira, 4 de outubro de 2018

Policiais Civis e Militares prenderam autores do tripo homicídio no Agreste Pernambucano
Na tarde desta quarta-feira 03 de outubro de 2018, Policiais Civis da 62ª Delegacia Circunscricional de Gravatá, sob o comando do Delegado Álvaro Grako, em ação integrada com os Policiais Militares da 5ª Companhia Independente de Polícia Militar – 5ª CIPM, sob o comando do Major Bonifácio, assessorados pelo NIAZM-4, prenderam, em flagrante delito, os autores do triplo homicídio consumado.
Vítimas 
O triplo assassinato ocorreu na Avenida Dantas Barreto, no Bairro do Prado, no conhecido campo da cerâmica, e teve como vítimas fatais Deivison Weslley Gonzaga de Souza, popular ''Deivinho'', Hugo Henrique Resende Pereira e Carlos Eduardo Gonçalves Monteiro, popular ''Bozo''. 
Tal fato vitimou, também, Igor Thiago Lima de Vasconcelos, que se encontra internado no Hospital da Restauração no Recife.
Após diligências ininterruptas, os policiais conseguiram identificar e qualificar os três responsáveis pela empreitada criminosa, os localizaram no bairro de Jardim Petrópolis e após realizarem cerco prenderam os três suspeitos no interior de uma residência, acompanhados das armas de fogo utilizadas no crime.
Foram presos Jamerson Alves Monteiro, Jankel Alves Monteiro, vulgo “Mago”, e Cleber José Silva, vulgo “Cafu”, sendo tais indivíduos também investigados pela prática de outro homicídio em Gravatá. Jankel já foi preso por ter cometido um assalto.

 Na ocasião foram apreendidas 03 (três) armas de fogo, sendo 02 (dois) revólveres calibre 38, 01 (um) revólver calibre .32, 01 (uma) munição calibre .32, 04 (quatro) munições calibre .38, 01 (um) munição calibre .556 (fuzil), 01 (uma) munição calibre .12, 01 (uma) balança de precisão, 02 (dois) estojos de munição deflagrada e um punhal.
De acordo com o Blog Adielson Galvão, os presos foram conduzidos à 62ª Delegacia Circunscricional de Gravatá, onde foi lavrado o respectivo auto de prisão em flagrante delito, e posteriormente serão apresentados na Audiência de Custódia.


 Agreste em Alerta


Nenhum comentário:

Postar um comentário