segunda-feira, 5 de novembro de 2018

Lições das eleições 2018 deixam políticos em alerta para 2020
As eleições de 2018 sem dúvidas deixaram algumas lições que precisam ser observadas tanto pelos vencedores quanto pelos perdedores, além disso, aqueles que pretendem pleitear um cargo nas eleições de 2020 seja no legislativo ou executivo também precisam ficar espertos, pois, os eleitores deixaram um recado bem claro no pleito que terminou no último domingo dia 28 com a eleição de Jair Bolsonaro PSL para presidente da república quando venceu Fernando Haddad PT com pouco mais de 55% dos votos válidos.

Numa eleição onde se esperava talvez uma das maiores abstenções da história, isso devido à crise política que o país enfrenta, o eleitor foi às urnas e fez uma das maiores renovações da história no quadro da câmara federal, a eleição de Jair Bolsonaro também foi um recado claro de que a população cansou das velhas raposas e principalmente dos partidos tradicionais que há décadas comandam o Brasil e levaram o país ao caos.

Em alguns estados velhos conhecidos do meio político também foram banidos através do voto e estarão sem mandato a partir de 2019, novatos na política surpreenderam e em vários estados políticos que disputaram pela primeira vez ganharam uma chance de mudar o cenário político brasileiro. Dentre os novatos podemos destacar empresários, juiz e vários militares que se elegeram deputados, governadores e senadores.

A cara da política no Brasil ganhou um novo tom, o qual precisa ser avaliado para quem pretende disputar algum cargo em 2020. O resultado de 2018 mostrou que a população quer caras novas, renovação nos conceitos e isso certamente será refletido nas eleições para prefeitos e vereadores. Em Pernambuco quase 50% da composição da ALEPE foi renovada e isso indica que apesar de Pernambuco ter reelegido o governador e senadores tarimbados a ideia do novo também contagiou a população pernambucana.

2020 será sem dúvidas uma eleição diferente de todas as outras dado o clima de renovação que se instalou em 2018, os pré-candidatos e principalmente aqueles que almejam renovar os seus mandatos precisam rever a maneira de fazer política, afinar o discurso, se aproximar das pessoas e principalmente explorar as várias formas de mídia para que assim possam ter êxito nos seus objetivos.


Jota Silva / Agreste No Ar


APOIO CULTURAL

Nenhum comentário:

Postar um comentário