terça-feira, 18 de dezembro de 2018

"Estão fazendo isso porque estão com raiva", diz Edson Vieira ao "Cidade em Foco" sobre postura de ex-aliados. Edson também alfinetou aliança entre José Augusto Maia e Diogo Moraes.
Foto: Produção Cidade em Foco

Nesta segunda-feira (17) o programa Cidade em Foco que vai ao ar pela Rede Agreste de Rádios recebeu o prefeito do município de Santa Cruz do Capibaribe, Edson Vieira (PSDB), que conversou com os comunicadores Alberes Xavier e Natálio Arruda, tratando sobre diversos temas relacionados ao seu momento de gestão.

Edson que está em seu segundo mandato como prefeito de Santa Cruz do Capibaribe e enfrenta hoje uma forte bancada opositora na Casa Dr. José Vieira de Araújo atribuiu aos seus adversários algumas baixas que sofreu recentemente no âmbito administrativo, a exemplo de denúncias contra o setor público financeiro. Para o prefeito, os ex-aliados estão agindo tomados por raiva.

"Estão fazendo isso porque estão com raiva, estão fazendo política com o fígado", disse Edson se referindo as atuais posturas daqueles que até pouco tempo integravam a sua base de vereadores.

O prefeito também destacou durante a sua entrevista ao programa que chegou a procurar alguns dos seus ex-companheiros de ala para tentar abrir diálogo, porém não teve sucesso nas conversações. Um dos que chegou a ter uma conversa com Edson teria sido Ronaldo Pacas (PR), conforme mesmo conta o gestor público.

"Conversei, cheguei a falar por telefone, trocamos algumas mensagens. Mas não tenho problemas com ninguém não", resumiu.


Foto: Produção Cidade em Foco

Edson Vieira também alfinetou o deputado Diogo Moraes (PSB) e o ex-deputado federal José Augusto Maia (Avante) pelo recente episódio ocorrido na câmara em que Augusto Maia, filho de , foi eleito presidente. Falando sobre o futuro, mais precisamente 2020, Edson foi enfático.

"Ainda sobre essas questões de companheiros que enveredaram por outros caminhos, eu já vi eleições em que muitas lideranças políticas se juntaram, mas o povo não foi", disse.

Ainda tratando de 2020, Edson não bateu o martelo quanto aos nomes apresentados como possibilidade atualmente, a exemplo deles Joselito Pedro, Dida de Nan, Gilson Julião e até mesmo Arnaldo Xavier. Neste aspecto, Edson jogou tudo para o campo das possibilidades e não reforçou detalhes sobre os nomes.

Veja a reprise do programa:



Bruno Muniz

APOIO CULTURAL

Nenhum comentário:

Postar um comentário