quinta-feira, 17 de janeiro de 2019

Cabo da Polícia Militar condenado a 13 anos de reclusão é expulso da corporação
Um cabo da Polícia Militar foi expulso da corporação após ser condenado a 13 anos de reclusão por atirar e matar um suspeito de tentativa de homicídio no ano de 2009, no município de Fagundes, na Paraíba. A exclusão do ex-officio, a bem da disciplina, das fileiras desta Polícia Militar foi publicada na Diário Oficial do Estado desta quinta-feira (17).

De acordo com DOE, Charles Lindembergue Freitas Antas, de 49 anos, foi expulso pois não congrega capacidade para permanecer integrando as fileiras da Polícia Militar do Estado da Paraíba, em razão de ter praticado, deliberadamente, condutas que afrontaram a honra pessoal, o pundonor e a ética policial militar, assim como o decoro da classe.

Lindemberg foi condenado na época, pela 1ª Vara da Comarca de Queimadas por ter atirado e matar um suspeito de uma tentativa de homicídio em Fagundes. Ainda de acordo com o DOE, o cabo se encontrava de serviço, e ao atender uma ocorrência policial de tentativa de homicídio com utilização de arma branca, disparou e matou o homem, tendo sido constatada a impossibilidade de defesa, conforme sentença condenatória emitida pelo Tribunal de Justiça do Estado.


ClickPB


APOIO CULTURAL

Nenhum comentário:

Postar um comentário