sexta-feira, 8 de fevereiro de 2019

MDB pode ter candidatura própria no Recife 
Integrante da Frente Popular desde 2012, o MDB esteve ao lado do PSB nas últimas quatro eleições, sendo duas vitórias de Geraldo Julio e duas vitórias de Paulo Câmara, além disso emplacou Raul Henry como vice-governador em 2014 e Jarbas Vasconcelos como senador em 2018, porém em 2016 por muito pouco não houve um rompimento com o PSB devido a uma insatisfação de Jarbas com Geraldo Julio. 

O partido teve papel importante na reeleição do governador, pois Raul Henry e Jarbas Vasconcelos judicializaram uma intervenção no diretório estadual que beneficiaria o senador Fernando Bezerra Coelho e levaria a sigla para a oposição, podendo criar um quadro diferente do que permitiu a segunda vitória de Paulo Câmara.

Apesar de ter uma relação com o PSB, o MDB sabe que não pode viver a reboque do aliado para a vida inteira, e precisa trilhar um caminho próprio se quiser continuar existindo no estado. Em 2018, Raul Henry que era vice-governador de Paulo Câmara, obteve 87.585 votos e foi eleito deputado federal, mas ele tem ciência que se não se reinventar nem reorganizar o partido, em 2022 quando estará tentando a reeleição para a Câmara Federal terá dificuldades, portanto uma candidatura própria a prefeito do Recife seria imprescindível para garantir recall a Raul e fortalecê-lo na política.

O MDB atualmente só tem quatro políticos com algum tipo de representatividade no estado, que são os senadores Fernando Bezerra Coelho e Jarbas Vasconcelos, o deputado federal Raul Henry e o deputado estadual Tony Gel, muito pouco para um partido que governou Pernambuco antes da atual hegemonia do PSB, e que precisará jogar para conquistar torcida. Essa candidatura própria liderada por Raul Henry teria o aval dos dois senadores do partido e permitiria que eles se aproximassem em prol de um projeto comum, que seria fortalecer a sigla tanto para 2020 quanto para 2022. 

O entendimento entre os dois senadores emedebistas abriria caminho para que o prefeito de Petrolina, Miguel Coelho, pudesse ingressar no partido e disputasse a reeleição, e com isso o MDB teria candidaturas próprias em três cidades importantes, Recife com Raul, Petrolina com Miguel e Caruaru com Tony Gel em 2020, podendo conquistar novos quadros até abril de 2020 no sentido de disputar as eleições municipais e se fortalecer para 2022.


Edmar Lyra


Nenhum comentário:

Postar um comentário