terça-feira, 26 de março de 2019

Ministério Público do Trabalho realiza força-tarefa nos matadouros da Paraíba
Após uma audiência realizada nesta segunda-feira (25), o Ministério Público do Trabalho (MPT), realizará uma força-tarefa para apurar as condições precárias dos matadouros da Paraíba.

A procuradora Edlene Lins Felizardo será responsável pela articulação da força-tarefa, que acontecerá em conjunto com diversos órgãos de fiscalização.

Uma pesquisa realizada pelo professor da Universidade Federal da Paraíba e responsável pelo estudo, Francisco Garcia Figueiredo, informou que as condições encontradas nas unidades violam a dignidade humana e colocam em risco a saúde da população que está consumindo as carnes e também dos trabalhadores que estão nesses locais.

De acordo com a pesquisa o estudo foi feito em 70 estabelecimentos e em todos não há câmaras de refrigeração e a maioria dos matadouros atua sem o mínimo de higiene. Também não há controle sobre doença nos animais, que são mortos de forma inadequada.

As condições de trabalho nos matadouros também seriam inadequadas, com crianças e adolescentes trabalhando em 34,9% dos locais analisados, além de indícios de trabalho escravo nas unidades.


Cariri em Ação


Nenhum comentário:

Postar um comentário