quarta-feira, 10 de abril de 2019

Bolsonaro faz acenos para a classe política brasileira
O presidente Jair Bolsonaro esteve ontem no CICB para anunciar medidas do governo federal aos prefeitos de todo o Brasil que esperavam ávidos por novidades do presidente. O anúncio do 13º do Bolsa-Família, uma promessa de campanha, não se configurou necessariamente numa novidade, porém a sua execução injetará R$ 2,5 bilhões na economia, e ajudará prefeitos de todo o país a aumentar sua popularidade.

O segundo anúncio se deu numa demanda antiga dos gestores municipais que foi o aumento de 1% no repasse do FPM, que ajudará a dar um fôlego a mais nas contas públicas dos municípios. Esta benesse ocorrerá em setembro mas depende de aprovação do Congresso Nacional, o que certamente ocorrerá.

Chamou atenção não só a receptividade dos prefeitos ao presidente da República como principalmente quando ele e os demais oradores afirmaram a necessidade da reforma da Previdência para o ajuste das contas públicas. Os parlamentares perceberam que não há insatisfação nas bases com a votação da reforma, muito pelo contrário, os prefeitos estão cientes de que sem reforma o perrengue deles continuará.

Os acenos de Jair Bolsonaro ajudaram a criar um clima mais ameno para a aprovação das reformas necessárias ao governo e ao país. Pelo menos ele saiu incólume de eventuais hostilidades de uma plateia repleta de diversas matizes partidárias e ideológicas.


Edmar Lyra

Nenhum comentário:

Postar um comentário