quarta-feira, 10 de abril de 2019

MPPE pede que escolas e faculdades do Recife usem detector de metais
O Ministério Público de Pernambuco (MPPE) recomendou às escolas públicas e particulares e faculdades privadas do Recife que instalem detectores de metais e sistema de identificação biométrica. O objetivo é garantir mais segurança para os estudantes, professores e funcionários.

De acordo com o promotor de Defesa da Cidadania da Capital, Solon Ivo da Silva Filho, os itens de segurança são necessários levando em consideração “a prática de crime mediante grave ameaça e violência a pessoas, inclusive homicídios, no âmbito de entidades de ensino em diversos Estados brasileiros, haja vista o acesso irrestrito de pessoas a estes ambientes, portando armas, demonstrando a ausência ou, ao menos, a vulnerabilidade da segurança”.

Nas instituições de ensino público, caberá à Prefeitura do Recife e ao Governo do Estado a instalação dos detectores de metais e dos aparelhos para confirmação das biometrias.

Portaria
A portaria com a recomendação determina que o Procon e o Corpo de Bombeiros sejam notificados para que realizem fiscalizações nas escolas e faculdades para garantir o cumprimento da recomendação.

A decisão do promotor em cobrar mais segurança nas instituições de ensino do Recife foi tomada quase um mês após o ataque à Escola Estadual Professor Raul Brasil, em Suzano (SP), que deixou dez mortos e 11 feridos


Informações da TV Jornal


Nenhum comentário:

Postar um comentário