quarta-feira, 24 de abril de 2019

“Não tenho pretensão política de nada”, garante advogado André Tadeu
Ações do advogado foram responsáveis por diminuição salarial de prefeitos, vices e vereadores na região

Autor de ações populares contra prefeituras e Câmara de Vereadores da região, que resultaram na diminuição salarial de vários agentes políticos, o advogado André Tadeu da Mota Florêncio negou qualquer intenção em ingressar em disputa eleitoral.

A ação de resultado mais recente foi divulgada com exclusividade pelo blog nessa segunda-feira (22), tendo como alvo o município de Taquaritinga do Norte.

Com a decisão recente, o salário do prefeito Lero caiu de R$ 20 mil para R$ 10 mil. Do vice-prefeito, Gena Lins, passa de R$ 10 mil para R$ 5 mil e os salários de vereadores que até então era de R$ 7,5 mil cai para R$ 4,5 mil. Além disso, os salários dos secretários também foram rebaixados R$ 6,5 mil para R$ 2,5 mil.

Antes, casos semelhantes também aconteceram em Santa Cruz do Capibaribe e Brejo da Madre de Deus. Em todos os casos, as Câmaras não observaram preceitos da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), onde exige que alteração salarial seja aprovado com 180 dias, antes de uma nova legislatura.

O advogado participou por telefone do programa Rádio Debate da Rádio Polo, na tarde desta terça-feira (23), onde falou de ações que move também em outros estados, como São Paulo, Rio Grande do Sul, Maranhão e Paraíba.

Com as ações, o advogado entende que ‘está contribuindo com o povo’. Além disso, disse que as punições estão servindo como uma ‘questão pedagógica’ para os vereadores lembrando que a Câmara de Santa Cruz do Capibaribe, já alterou o regimento interno da casa se adequando a LRF.


Ney Lima


Nenhum comentário:

Postar um comentário