sexta-feira, 10 de maio de 2019

PRF alerta sobre o perigo de dirigir com falta de atenção nas rodovias de Pernambuco
Conduta é a principal causa de acidente nas BRs do estado.

Uma blitz educativa está sendo realizada pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), em alguns pontos do Estado, para alertar sobre os riscos de dirigir com falta de atenção. A falta de atenção tem sido a principal causa de acidente nas rodovias federais de Pernambuco. Entre as causas da distração, estão o uso do telefone e das redes sociais ao volante, a pressa e o cansaço do motorista.

Em 2018, foram registrados 1.123 acidentes por falta de atenção do motorista ou do pedestre nas rodovias federais de Pernambuco, com 1.099 feridos e 102 mortes. No ano anterior, foram verificados 1.480 acidentes pela mesma causa, que deixaram 1.287 pessoas feridas e 139 mortas.

Uma pesquisa da Universidade de Utah, nos Estados Unidos, aponta que o uso do celular ao volante aumenta em 400% as chances de um acidente. O motorista que trafega a uma velocidade de 80km/h e se distrai por cinco segundos ao ler uma mensagem, percorre o equivalente a um campo de futebol.

Quem dirige falando ao celular comete uma infração média, no valor de R$130,16 e quatro pontos na Carteira Nacional de Habilitação(CNH). Já quem manuseia o celular na direção de um veículo automotor, comete uma infração gravíssima, no valor de R$293,47 e sete pontos na CNH.

Maio Amarelo

O Movimento Maio Amarelo busca chamar a atenção da sociedade para o alto índice de mortes e feridos em todo o mundo. Com o tema “No trânsito, o sentido é a vida”, o movimento reúne representantes da sociedade civil e do governo para discutir e buscar alternativas à segurança viária.

Este mês foi escolhido como referência, pois em 11 de maio de 2011 a Organização das Nações Unidas (ONU) decretou a Década de Ação para Segurança no Trânsito.


Assessoria da PRF


Nenhum comentário:

Postar um comentário