quinta-feira, 20 de junho de 2019

Em menos de um ano, dois prefeitos são presos em Pernambuco
O primeiro caso ocorreu em outubro do ano passado, no Cabo de Santo Agostinho. O segundo prefeito preso foi o de Camaragibe, Demóstenes Meira

Com a prisão do prefeito de Camaragibe, Demóstenes Meira, Pernambuco atrai uma estatística bem negativa, em menos de um ano o estado registra a prisão de dois prefeitos que atuavam na Região Metropolitana do Recife.

Acusado de envolvimento num esquema de fraudes no instituto de previdência dos servidores do município, o prefeito do Cabo de Santo Agostinho, Lula Cabral, foi preso em outubro do ano passado, em uma operação da Polícia Federal. Cabral e o grupo passou quase três meses preso no Cotel, mas foi solto em janeiro deste ano por determinação do Supremo Tribunal Federal (STF). Ele está cumprindo medidas cautelares e continua afastado do cargo. Lula Cabral e quatro servidores viraram réus por lavagem de dinheiro e corrupção passiva. Ainda não há prazo para julgamento do caso.

O prefeito de Camaragibe, Demóstenes Meira, foi preso na manhã desta quinta-feira (20), alvo da operação “Harpalo 2” deflagrada pela Polícia Civil de Pernambuco. O objetivo da operação é prender integrantes de organizações criminosas, voltada para a prática dos crimes de fraude em licitação; corrupção; lavagem de dinheiro; organização criminosa. Durante o trabalho são cumpridos outros quatro mandados de prisão preventiva, além do voltado ao prefeito de Camaragibe. Ele também teve o afastamento cautelar expedido.


portaldeprefeitura.com.br


APOIO CULTURAL

Nenhum comentário:

Postar um comentário